Por pbagora.com.br

 O assessor pessoal do governador Ricardo Coutinho e ex-secretário de Esportes do Estado, Fábio Maia, comentou em entrevista concedida na manhã desta terça-feira (27) sobre as reformas que estão sendo executas nos estádios e revelou que a demora para entrega das obras se deve às dificuldades que foram encontradas quando o atual governo assumiu a gestão.

– Quando assumimos o governo, nós encontramos dificuldade na Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, não quero nem fazer menção aos outros órgãos, e encontramos precariedade em todos os locais onde se praticavam atividades esportivas. Isso aconteceu no Ronaldão, também tínhamos dificuldade no Dede, Almeidão e Amigão – apontou.

Segundo ele, a população reclama da demora para o início dos trabalhos de recuperação das construções, mas é preciso entender o estado financeiro em que a Paraíba se encontrava e, para se restabelecer, foi preciso ajustes fiscais que demandaram tempo.

Fábio ainda falou que o Estádio Ernani Sátyro do município de Campina Grande, mais conhecido como Amigão, será concluído até o fim deste ano e alegou que a parte que compõe a arquibancada sombra já está quase concluída necessitando, apenas, de alguns ajustes.

– É uma obra tanto na parte externa quando na interna, temos uma preocupação de fazer o estacionamento, manutenção dos campos e um espaço de lazer e prática esportiva. A primeira parte da obra, na questão estrutural, que é a arquibancada sombra será entregue até o final de junho. A previsão é que conclua tudo este ano, no mais tardar em outubro – destacou.

As informações foram repercutidas na emissora de rádio Campina FM.

 

EsportesPB

Notícias relacionadas

Júri em Patos é precedido de testagem de Covid-19 e vacinação contra a gripe

Medidas de biossegurança relacionadas à prevenção do coronavírus foram pré-requisito para a realização de um Júri pela Comarca de Patos nessa terça-feira (20). Antes do julgamento, além de passarem pela…

Novos lotes da CoronaVac devem ser destinados à 2ª dose, decide justiça

A pedido do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público da Paraíba (MPPB), a Justiça Federal determinou que novos lotes da vacina CoronaVac sejam destinados à aplicação da segunda…