Por pbagora.com.br

Com um discurso firme, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), e candidato a reeleição pela chapa 1, Paulo Maia, saiu mais uma vez vitorioso de debate, desta vez promovido pela Rádio Arapuan, de João Pessoa, nesta quarta-feira (21).

Paulo Maia voltou a apresentar suas propostas sólidas para a advocacia independente do Estado e lembrou das inúmeras ações de sua gestão, no triênio 2016/2018. Foram mais de 1400 ações nesse período, todas devidamente catalogadas no site da OAB-PB, para conhecimento de todos os advogados e da sociedade em geral.

Paulo citou o trabalho da Ordem em defesa das Prerrogativas do Advogados; da valorização dos honorários advocatícios; da interiorização das ações; o combate a morosidade processual; a expansão e investimentos na ESA, que só em 2018 realizou mais de 150 cursos; a instalação de inúmeras salas da Advocacia em comarcas de todas as regiões do Estado; os parlatórios nos presídios e cadeias públicas; os projetos em apoio a advocacia jovem; entre outras ações.

Ele também voltou a condenar o uso de fake news e a baixaria adotada na campanha pelos seus adversários. “Essa é uma das campanhas mais baixas da OAB. A ponto de ter usado fake news e fazerem montagens com minhas fotos e de minha família”, lamentou

Em determinado momento do debate, ele indagou o candidato Sheyner Asfora “se ele acha que um candidato que usa esse tipo de expediente tem condições de presidir a OAB”.

 “Tem uma frase que cai bem neste momento. Não basta uma pessoa querer presidir a OAB. É preciso que a OAB queira ser presidida por ela. Aqui, eu pergunto a todos os advogados e advogadas paraibanas: Um candidato que utiliza fake news está preparado para ser presidente da OAB e merece seu voto?”, acrescentou.

Paulo enfatizou que a sua gestão tem total transparência e está aberta para conferência em qualquer contrato e despesa. “As contas da OAB estão abertas e o dinheiro de anuidade dos advogados nós devolvemos em obras e serviços”, afirmou.

Anuidades

Paulo Maia ainda garantiu o congelamento da anuidade e manutenção dos 50% de desconto para advogados com até cinco anos de inscrição principal na OAB.  “Essas medidas são fruto do nosso programa de ajustes de contas e implementação de ações concretas de apoio e incentivo aos jovens e toda a advocacia”, enfatizou.

Ele também garantiu a implementação do programa Anuidade Zero através da nova Caixa de Assistência. “Ao utilizarem os produtos e serviços da rede conveniada da CAA/PB, os advogados e advogadas acumularão pontos que serão revertidos em descontos da anuidade, que poderá inclusive ser zerada”, explicou Paulo.

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Notícias relacionadas

Dono de autoescola de João Pessoa morre, vítima da covid-19

O dono da autoescola Rainha da Paz, em João Pessoa, Irenaldo Cavalcanti, morreu na madrugada desta quarta-feira (21) vítima da Covid-19. De acordo com as informações Irenaldo estava internado em…

Júri em Patos é precedido de testagem de Covid-19 e vacinação contra a gripe

Medidas de biossegurança relacionadas à prevenção do coronavírus foram pré-requisito para a realização de um Júri pela Comarca de Patos nessa terça-feira (20). Antes do julgamento, além de passarem pela…