Por pbagora.com.br

O deputado federal Julian Lemos (PSL), desafeto público do filho do presidente Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro, elogiou a entrevista de Sergio Moro exibida ontem, domingo (24) pelo Fantástico, durante entrevista ao portal O Antagonista, nesta segunda-feira (25)

Para ele, o ex-ministro é “uma pessoa muito equilibrada” e que, inicialmente, encarava sua participação no governo como “missão”. Até que, no entender de Lemos, ele constatou que a agenda contra a corrupção “foi colocada um pouco de lado, se não totalmente de lado”.

“O que ele [Moro] falou que aconteceu [interferência de Bolsonaro na Polícia Federal, por exemplo] ficou provado. Agora, compete a cada pessoa fazer a sua interpretação. Moro tem nitidamente um zelo pela sua dignidade”, disse

Lemos não concorda com as avaliações de que Moro deveria ter feito antes as denúncias:

“Era nítido o constrangimento [de Moro] naquela reunião [ministerial de 22 de abril, divulgada na última sexta-feira]. Ele não tinha como saber anteriormente que as coisas tomariam esse rumo. De fato, ele não poderia, como ministro, ter se manifestado antes.”

OUÇA

Redação com O Antagonista

Notícias relacionadas

Veneziano se reúne com presidente da CEF e recebe garantia de mudança da agência de Cajazeiras para novo prédio

O Vice-Presidente do Senado Federal, Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), esteve reunido nesta terça-feira (04), em Brasília, com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães, para discutir…

Para a final do BBB, apoio à Juliette é incrementado nas paradas de ônibus

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de João Pessoa (Sintur-JP) incrementou as ações da campanha “Juliette Top das Paradas”, criada pelo sindicato para apoiar a paraibana…