A Paraíba o tempo todo  |

“O Governo tem interesse de ajudar, mas não pode aceitar essa medida”, diz superintendente sobre suspensão da integração metropolitana

A suspensão da integração metropolitana anunciada pelas empresas de transporte coletivo que atuam na grande João Pessoa, está sendo alvo de ação na Justiça por parte do governo da Paraíba, que tenta reverter a situação, alegando que a medida foi tomada de maneira unilateral e acaba por prejudicar os usuários.

De acordo com o engenheiro Carlos Pereira de Carvalho, superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER-PB), o governo tenta assegurar esse direito de integrar as passagens que os moradores da Grande João Pessoa tinham.

“No sentido de garantir esse direito que tinham e vão ter novamente, o Governo do Estado, através do DER, está entrando com pedido de liminar para pôr fim a esse cancelamento da integração”, disse.

O engenheiro ainda declarou que um acordo com as empresas deve ser buscado e que o governo tem interesse de ajudar neste sentido, para que ninguém saia prejudicado.

“O Governo tem interesse de ajudar, mas não pode aceitar essa medida que prejudica os usuários. Decisão que não foi negociada”, pontuou.

As declarações ocorrem após as empresas de transporte alegarem dificuldades econômicas e suspenderem a integração metropolitana de ônibus entre João Pessoa e Bayeux, Cabedelo, Conde, Jacumã e Santa Rita.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe