A Campanha Novembro Azul foi aberta nesta segunda-feira (4) pela manhã, na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Além do estímulo à prevenção do câncer de próstata, durante todo o mês, serão realizadas ações articuladas com as Gerências Regionais de Saúde, serviços de saúde e municípios, incentivando o autocuidado da população masculina e adoção de hábitos para uma vida saudável.

A abertura foi realizada pelo secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, que destacou a importância do homem cuidar da sua saúde. “Neste mês, aproveitamos para lembrar a população masculina da importância de se cuidar o ano todo, com destaque para a prevenção do câncer de próstata, que pode ser curado em 90% dos casos que forem detectados precocemente. Todos nós temos a obrigação de disseminar as informações para diminuir essa epidemia”, falou o secretário.

Durante a abertura da Campanha, o obstetra Otávio Soares destacou que, além do câncer de próstata, têm outras doenças que o homem deve se cuidar de forma precoce. “Têm as Infecções Sexualmente Transmissíveis – IST, a exemplo da sífilis. Mas vale salientar que, assim como o câncer de próstata, se for descoberta no início, também tem cura”, frisou.

O médico, que é coordenador do Serviço de Assistência Especializada – SAE Familiar, do HU de João Pessoa, lembrou ainda uma das principais portas de entrada aos serviços ofertados pela Atenção Básica, enfatizando ações orientadas à prevenção, à promoção, ao autocuidado e à adoção de estilos de vidas mais saudáveis.

Segundo o coordenador da Área Técnica de Saúde do Homem da SES, Hélio Soares, o grande desafio da Campanha é o perfil da maioria dos homens. “São pessoas que não choram; não sofrem e também não vão ao médico e nem cuidam da saúde”, disse.

Hélio lembra que, além do câncer de próstata, as doenças que mais afetam os homens são: infarto agudo do miocárdio; fatores externos (acidentes/violência por arma de fogo ou arma branca); diabetes mellitus; pneumonia; acidente vascular cerebral hemorrágico; câncer de próstata; câncer dos brônquios e dos pulmões; câncer do estômago; câncer do fígado e vias biliares intra-hepáticas, e câncer da cavidade oral/ traqueia, brônquio e pulmão.

Quanto aos óbitos, de janeiro a outubro de 2019, morreram na Paraíba 969 homens vítimas de infarto agudo do miocárdio; 463 de violência por arma de fogo ou arma branca; 642 de pneumonia; 590 de diabetes mellitus; 254 de AVC; 272 de câncer de próstata; 173 de câncer dos brônquios e pulmões e 142 de câncer de estômago.
Para fazer o exame do toque retal, a orientação é que seja a partir dos 50 anos, no entanto, se for negro ou tiver alguém da família que morreu com a doença e tenha parentesco de primeiro grau, a idade cai para 45 anos.

O gerente operacional de Vigilância Ambiental, da SES, Emanoel Lira, procurou o médico antes da idade indicada porque o avô morreu de câncer de próstata. “Faço meus exames rotineiramente e recomendo a todos os homens, que estejam na idade adequada, para fazerem o mesmo”, alertou.

Antonio Lali, da Assessoria Jurídica da SES, está com 53 anos e desde os 50 faz exames laboratoriais. “Sempre que faço os exames, o médico diz que não tem necessidade de fazer o toque, mas, se tiver de fazer não tem problema nenhum. Quando cuidamos da saúde ficamos mais seguros”, falou.

Desde os 45 anos, o coordenador de Saúde Bucal da SES, Marcílio Ferreira, começou a fazer um checkup. “É uma questão de conscientização com a nossa saúde. Me sinto muito bem por saber que estou sendo acompanhado. Isso reflete em tudo, até na saúde mental”, pontuou.

PROGRAMAÇÃO NOVEMBRO AZUL 2019

06/11 Sousa – PB – Oficina de Saúde do Homem, com foco em ações que estimulem a adesão dos Homens aos serviços de saúde, principalmente a atenção primária
Público: Gestores da Atenção Primária dos Municípios

07/11 Patos – PB – Oficina de Saúde do Homem, com foco em ações que estimulem a adesão dos Homens aos serviços de saúde, principalmente a atenção primária
Público: Gestores da Atenção Primária dos Municípios

12/11 Campina Grande – PB – Oficina de Saúde do Homem, com foco em ações que estimulem a adesão dos Homens aos serviços de saúde, principalmente a atenção primária
Público: Gestores da Atenção Primária dos Municípios

13/11 João Pessoa – PB – Oficina de Saúde do Homem, com foco em ações que estimulem a adesão dos Homens aos serviços de saúde, principalmente a atenção primária
Público: Gestores da Atenção Primária dos Municípios

19/11 Cefor – Roda de Conversa sobre a saúde integral do homem e a Sintomatologia do Câncer de Próstata

Durante o mês de novembro haverá ações e consultas com urologista e coleta de exames PSA, com agendamento no serviço, Hospital do Bem, em Patos.

 

Redação com Secom/PB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governo da Paraíba publica regulamento da Campanha ‘Nota Cidadã’

O Governo da Paraíba publicou no Diário Oficial do Estado o decreto com a regulamentação da campanha de prêmios “Nota Cidadã”, que será lançada nesta segunda-feira (16), às 10h da…

João Azevêdo entrega abastecimento d’água em Araçagi, no Brejo

O governador João Azevêdo entregou, nesta sexta-feira (13), o sistema de abastecimento d’água da agrovila Tainha, no município de Araçagi, Brejo paraibano. As obras receberam investimentos superiores a R$ 662…