O secretário de Saúde da Paraíba, médico Geraldo Medeiros confirmou que no navio petroleiro Stena Premium que atracou no Porto de Cabedelo nesta segunda-feira, 27, há três casos suspeitos do novo coronavírus.

Ainda de acordo com Geraldo, as razões humanitárias por parte do governador da Paraíba João Azevêdo falaram mais alto e por isso foi permitido o atraque no porto paraibano.

“Sim. O governo autorizou o atracamento por razões humanitárias. Ainda não temos o quantitativo exato dos potenciais contaminados”, disse.

O secretário ainda detalhou o procedimento que será realizado para avaliação dos tripulantes e posterior encaminhamentos médicos dos mesmos.

“Eles vão aportar e serão avaliados pela Anvisa e médicos da cidade de Cabedelo” declarou.

O isolamento dos tripulantes deve continuar até o recebimento dos exames.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Municípios têm até domingo para declarar interesse no auxílio emergencial, na PB

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) lembra que os gestores municipais têm até domingo (7) para comunicar à Secretaria do Tesouro Nacional, por meio de uma declaração…

ALPB mantém suspensão das atividades presenciais até 15 de junho

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) prorrogou a suspensão das atividades legislativas presenciais até o dia 15 de junho, por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19). A decisão da Mesa…