Por pbagora.com.br

Sob a alegação de vícios insanáveis, que teriam violado às normas legais e estatutárias do partido, a executiva nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) voltou a ingressar com recursos na justiça para abordar a candidatura do deputado estadual Anísio Maia (PT) à prefeitura de João Pessoa, nas eleições desse ano. O documento foi protocolado no último sábado (17) e publicado nesta segunda-feira (19).

Entre as razões alegadas está o fato de que a convenção municipal foi anulada pelo diretório nacional do PT e que a candidatura foi registrada sem o referendo do diretório nacional. O recurso também destaca que o apoio à candidatura de Ricardo Coutinho é uma diretriz legítima do partido.

O documento, de 28 páginas, informa ainda que, segundo as normas complementares ao estatuto, a definição de coligação municipal em capitais com mais de 200 mil eleitores depende de aprovação do Diretório Nacional.

VEJA PÁGINA FINAL DO DOCUMENTO

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eleitora passa mal após votação e morre na rua, em João Pessoa

Uma mulher passou mal após votar nas eleições municipais de João Pessoa, neste domingo (29) e morreu. Ela estava em uma escola da avenida Ruy Carneiro, quando caiu e passou…

Covid: em domingo de eleição, PB registra 102 novos casos e 04 mortes

A Paraíba registrou, neste domingo (29), 102 novos casos de Covid-19 e 04 óbitos confirmados desde a última atualização, 03 deles nas últimas 24h. Até o momento, 145.212 pessoas já…