Por pbagora.com.br

Há mais de quatro meses sem entrar em campo, em virtude da pandemia do novo coronavírus, Nacional de Patos e Treze voltaram a atuar de forma oficial na tarde deste sábado, no José Cavalcanti, na Cidade Morada do Sol. O placar final foi o mesmo começou: 0 a 0. O resultado pode complicar as duas equipes em seus propósitos. Isso porque o Canário do Sertão, por exemplo, pode encerrar a rodada na última colocação do Grupo B. O Galo da Borborema, que luta no alto da tabela do Grupo A, pode perder a segunda colocação para o Botafogo-PB, que entra em campo neste domingo contra o Sousa.

Os dois times sentiram as pernas pesadas. Com muitas mudanças nas equipes titulares, foi bastante complicado de se enxergar esboços de entrosamento. Faltas, passes errados e pouca intensidade. O melhor momento do Nacional de Patos aconteceu com Denílson, aos nove minutos, quando recebeu passe de Patrick pelo lado esquerdo e, com muita força, assustou o goleiro Jéferson. Apesar de ter o controle do jogo durante a primeira etapa, o Treze teve o seu grande momento aos 39 minutos. Douglas Lima fez grande jogada pelo lado direito e cruzou para Tales, que cabeceou a bola e viu a pelota bater acertar a trave.

Os 45 minutos finais da partida foram do Nacional de Patos. O primeiro chute a gol foi do Treze, mas descalibrado por Bruno Mota, nos primeiros minutos. Daí em diante, com Du em campo, as coisas pareceram se acertar. Com a correria do atacante pelo lado esquerdo, somadas às investidas de Manu do outro lado e à boa partida do meia Patrick, foram pelo menos seis finalizações do time nacionalino que pararam nas mãos do goleiro Jéferson ou num suspiro ao ver a bola tirar tinta da trave. O Treze buscou um caminho, mas, mesmo com o Canário lançado ao ataque, não conseguiu encaixar contra-ataques que pudessem matar a partida.

Outro jogo. Em outra partida válida pela nona rodada do Campeonato Paraibano, o São Paulo Crystal venceu e Perilima por 3 x 0. Isaías, Henrique e Biro Biro marcaram os gols do São Paulo Crystal.

Redação com globoesportes.com

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após polêmica com música, CMJP aprova voto de repúdio ao cantor Chico César

Após toda a polêmica que envolveu a música ‘Bolsominions são demônios’ do cantor paraibano Chico Cesar, na qual o artista compara os apoiadores do atual presidente Jair Bolsonaro ao capeta,…

Covid: em nova decisão justiça bloqueia mais de R$ 1,5 mi da Unimed/JP

A Justiça da Paraíba voltou a bloquear recursos da Unimed em João Pessoa em decisão que veio a público nesta quinta-feira (13). Dessa vez foi R$ 1,5 milhão da unidade…