Por pbagora.com.br

Ao comentar as declarações do presidente estadual do PT, Jackson Macêdo, de que o PT estaria aberto ao diálogo e a alianças com o PSD e outros partidos da seara de direita, o ex-presidente estadual do PSOL, Fabiano Galdino, disse que essas possibilidades são legítimas ao Partido dos Trabalhadores, que visa construir uma chapa capaz de se viabilizar eleitoralmente e garantir o retorno do partido à Presidência do país.

“ Esse diálogo pretendido pelo dirigente petista Jackson Macêdo é legítimo, considerando que o PT se articula para o retorno à Presidência da República”, escreveu no seu perfil no twitter.

Discordando da tese de que a derrota eleitoral de Bolsonaro em 2022 impõe aos partidos de esquerda uma unidade já no primeiro turno, com vistas a chapa presidencial encabeçada pelo PT, Fabiano Galdino afirmou que se associa, na Paraíba e no Brasil, “àqueles que defendem que o PSOL construa sua própria chapa presidencial e contribua para a derrota do proj eto de Jair Bolsonaro a partir de uma aliança à esquerda”.

“Entendo que a contribuição do PSOL no debate contra a política conservadora e antivacina de Bolsonaro deve ser pela união de esquerda com vistas ao 1º turno das eleições de 2022. Desse modo, diferente do que pensa Macedo, queremos unidade sem qualquer aproximação com o PSD e outros partidos da espécie e gênero”, ressaltou.

Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Concurso da PMJP: Semob conta com esquema especial de trânsito e transporte

Para garantir o ordenamento viário no entorno das escolas onde estarão sendo aplicadas as provas do concurso da Prefeitura de João Pessoa, neste domingo (13), a Superintendência Executiva de Mobilidade…

Vereadora de Piancó é intubada com 80% dos pulmões comprometidos

A vereadora de Piancó Erilene Alves da Silva Azevedo de Lacerda (Progressistas), de 40 anos, foi intubada nessa sexta-feira (11) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de…