A Paraíba o tempo todo  |

MPT vai investigar desabamento de escola que deixou 1 morto e 5 feridos em CG

O Ministério Público do Trabalho da Paraíba (MPT-PB) vai investigar o acidente que deixou um homem morto e outros cinco feridos após o desabamento de uma estrutura em construção Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Senador Argemiro de Figueiredo, na tarde da quarta-feira (3), no bairro Catolé, em Campina Grande. Segundo informações iniciais do Corpo de Bombeiros, tudo aconteceu após um desabamento de parte da estrutura do local.

O procurador do trabalho, Marcos Almeida, disse que o MTB já determinou a abertura de um procedimento de investigação para apurar com precisão as circunstâncias que se deu esse lamentável episódio, bem como promover as responsabilidades”.

As cinco pessoas feridas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

A Polícia Civil deve fazer uma perícia para identificar as causas do acidente. Mas, por enquanto, acredita que o caso se trate de uma fatalidade.

Em nota, a Suplan comunicou que está prestando toda a assistência aos trabalhadores envolvidos no acidente. O órgão também informou que o acidente aconteceu após a manobra do guindaste que montava a estrutura do ginásio e que uma perícia está sendo feita para apurar as responsabilidades do acidente.

A Suplan também declarou que preza pela segurança nos canteiros de obras do Governo da Paraíba, onde é exigido o cumprimento rigoroso das Normativas da ABNT, assim como CREA, Ministério Público e Ministério do Trabalho.

Atualização – A assessoria do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luís Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, divulgou uma atualização do estado de saúde dos trabalhadores envolvidos no acidente em uma escola do município, nesta quarta-feira, 03.

Segundo as informações do Hospital, deram entrada na unidade, José Martinho dos Santos, de 50 anos, que teve uma fratura exposta no tornozelo direito; Cláudio Porfírio da Silva, 50 anos, que teve uma fratura de bacia; José William Monteiro,18 anos, que já teve alta; Marcos Batista, de 38 anos, que teve uma fratura no joelho; Gilmar Oliveira Silva, 55 anos, que está em observação e Heronides Felisardo Garcia, 60 anos, que teve uma fratura de costela.
Ainda de acordo com as informações do hospital, o estado de saúde dos internados é considerado estável.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe