Por pbagora.com.br
Foto: Reprodução/Semob

O Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap) do Ministério Público da Paraíba recomendou aos policiais civis e militares do Estado e aos guardas municipais de João Pessoa, Alhandra, Conde, Caaporã, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e Pitimbu que não efetuem prisões, conduções e a lavraturas de procedimentos policiais em desfavor de pessoas, que não sejam suspeitas ou comprovadamente infectadas com a Covid-19, caso sejam paradas em barreiras sanitárias e não apresentem o documento de declaração de locomoção, como determina o  Decreto Estadual no 40.289/2020.

Também foi recomendado que os policiais civis e militares e guardas municipais de pais auxiliem no cumprimento do Decreto Estadual 40.289/2020, realizando o poder de polícia voltado para segurança pública quando, normalmente, o fato envolver a prática de ilícito criminal disciplinado em lei.

De acordo com a recomendação, o objetivo do Ncap é a não efetivação de cumprimento de prisões ilegais e desnecessárias em razão do suposto descumprimento do Decreto Estadual no 40.289/2020, caso o cidadão, que não seja suspeito de infecção com o coronavírus ou esteja contaminado, em pleno deslocamento.

Veja a íntegra da recomendação aqui.

PB Agora com MPPB

Notícias relacionadas

Vereador de JP deve responder nas esferas criminal e cível por funcionamento de academia durante decreto

O Ministério Público da Paraíba está atuando para a imputação penal e civil dos responsáveis, dentre eles um vereador de João Pessoa, por uma academia de jiu-jitsu de João Pessoa…

Covid: 20 mortes foram registradas em 24h; PB já vacinou 1 milhão de pessoas;

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta sexta-feira (07), 1.127 novos casos de Covid-19, em 24 horas. Entre os confirmados hoje, 60 (5,37%) são casos de pacientes hospitalizados…