Por pbagora.com.br

 A prefeitura terá 15 dias para elaborar um plano de segurança e mais 15 dias para iniciar a reforma do shopping popular de Campina Grande, segundo acordo firmado nesta terça-feira (11) com o Ministério Público. Se o acordo não for cumprido, pode ser cobrado uma multa de R$ 100 mil. No domingo (9), um incêndio destruiu pelo menos dez lojas no primeiro andar do prédio, no Centro da cidade.

O poder público assumiu a responsabilidade de apresentar à unidade local do Corpo de Bombeiros, em duas semanas, um projeto de combate a incêndio e controle de pânico, conforme exigências constantes em laudo técnico de vistoria da corporação. Caso os requisitos não sejam atendidos, as atividades comerciais do shopping Edson Diniz continuarão suspensas.

A partir da aprovação desse projeto, a Prefeitura de Campina Grande dará início às obras em até mais 15 dias. Ela também está obrigada, de acordo com o TAC, a encaminhar ao Ministério Público todo o plano de ação com as etapas e o prazo para a conclusão da reforma física do local.

Cumpridas todas as etapas estabelecidas, a prefeitura terá que elaborar um laudo subscrito por profissionais habilitados sobre as condições de segurança e das instalações elétricas do imóvel, com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, para permitir a abertura parcial do shopping.

“Vamos promover a reestruturação do local para ficar de acordo com as recomendações legais, para devolver o prédio funcionando perfeitamente. Esperamos os laudos e de imediato não podemos dar um prazo para uma reabertura ou reforma ampla, mas precisaremos de pelo menos uma semana de fechamento para limpeza do local, permitindo que eles voltem a comercializar com segurança”, explico o prefeito Romero Rodrigues.

Redação com G1

Notícias relacionadas

Opinião: a quem interessa mentir sobre evolução da vacinação na PB? Dados da SES rebatem avalanche de fake news

A grande história da humanidade sempre foi contada pelo viés das distorções. O que é moda hoje, chamada de fake news, nada mais é que notícias falsas em bom português.…

ALPB e UFPB lamentam morte de ex-secretário de Recursos Hídricos Marilo Costa

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos parlamentares e servidores da Casa de Epitácio Pessoa, vem a público lamentar o falecimento do engenheiro…