Uma reviravolta foi registrada no âmbito da Operação Xeque-Mate nesta terça-feira (16). É que o Ministério Público da Paraíba emitiu parecer favorável à soltura dos réus que ainda estavam presos por força das investigações da referida operação.

Com isso o único que ficou de fora foi o empresário Roberto Santiago.

De acordo com o entendimento do MPPB, passada a fase da instrução não haveria como se opor à soltura dos réus. A decisão foi encaminhada ao juiz Henrique Jorge Jácome de Figueiredo, da 1ª Vara da Comarca de Cabedelo e em caso de posição favorável do magistrado eles deverão conseguir recolhimento domiciliar no período noturno com as restrições de não se ausentar dos limites da Comarca de Cabedelo e João Pessoa sem autorização judicial e não frequentar bares e casas de jogos de azar.

Na semana passada um dos réus do caso já havia sido liberado, Inaldo Figueiredo Silva prestou depoimento na segunda audiência de custódia e foi solto logo após.

Poderão ser beneficiados com a medida os réus Wellington Viana Antônio Bezerra do Vale Filho, Lúcio José do Nascimento Araújo e Tércio de Figueiredo Dornelas Filho.

Ainda não há posição sobre a soltura do empresário Roberto Santiago, que até segunda ordem continuará em regime fechado.

PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Corrida do Bem leva 2 mil pessoas à orla de JP e faz homenagem a Gabriel Diniz

A 3ª edição da Corrida do Bem levou 2 mil pessoas para a orla de João Pessoa neste domingo (20). Este ano, a atividade fez uma homenagem ao cantor Gabriel…

Falta água em Campina Grande e Pocinhos neste domingo, diz Cagepa

Bairros, conjuntos, sítios e um distrito de Campina Grande vão ficar sem água neste domingo (20), a partir das 8h. O município de Pocinhos também será afetado pela interrupção no…