Por pbagora.com.br

A Promotoria de Justiça de São Bento instaurou um procedimento investigatório criminal para apurar a possível prática de delito na aglomeração promovida pela Prefeitura Municipal de São Bento em inaugurações de praça e escola, ocorridas nesta quinta-feira (06/08), que foram publicadas nas redes sociais e tiveram a queima de fogos de artifício. O procedimento foi instaurado pelo promotor de Justiça Osvaldo Lopes.

Segundo o promotor, os responsáveis pela divulgação e calendário de inaugurações foram o prefeito Jarques Lúcio da Silva II e o secretário de Obras Marcos Antônio Lúcio dos Santos. Osvaldo Lopes ressalta que o município de São Bento já registra 1.511 casos de covid-19 e 18 óbitos.

O promotor destaca ainda que, no dia 24 de julho, a Prefeitura de São Bento publicou o Decreto nº 1.1179/2020, que dispõe de medidas de enfrentamento à pandemia, entre as quais a proibição de aglomeração de qualquer natureza.

Além disso, o Ministério Público expediu recomendação proibindo, enquanto durar a pandemia, a utilização de fogos de artifício em todo o território municipal para que não houvesse o agravamento do estado de saúde dos moradores do município.

O promotor Osvaldo Lopes aponta ainda que é crime contra a saúde pública infringir determinação de poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

“Embora se tenha consciência dos impactos econômicos, neste momento é crucial que o poder público adote todas as medidas para impedir o contágio, com seguro e preciso planejamento, antes que a transmissão comunitária se torne incontornável bem que esteja com a rede preparada , com capacidade operacional do sistema de saúde, a fim de evitar o colapso”, declara o promotor.

Redação com MPPB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Wellington Farias se recupera bem após cirurgia para retirada de tumor

Colunista do portal PB Agora, o jornalista Wellington Farias se recupera bem da cirurgia a qual foi submetido para retirada de um tumor na bexiga. Ele está internado no Hospital…

Golfinho morre após ficar encalhado em praia de Cabedelo

Um golfinho morreu na manhã deste domingo (27) após ficar encalhado na praia de Cabedelo. O mamífero foi achado logo cedo por populares da região, próximo ao Clube dos Magistrados,…