Após a primeira denúncia sobre o superfaturamento na construção de um muro durante as obras da Lagoa ser rejeitada na 16ª Vara Federal, Ministério Público Federal pediu vistas para oferecimento de uma nova denúncia na referida ação.

A data do pedido é do último dia 6 de fevereiro.

Segundo a denúncia foi constatado um superfaturamento de R$ 4.053.429,56 na construção de um novo muro de proteção.

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça suspende obras do Parque Sanhauá no Porto do Capim em JP

A Justiça Federal na Paraíba suspendeu nesta quinta-feira (27) as obras do Parque Ecológico Sanhauá, na Comunidade do Porto do Capim, em João Pessoa. A decisão do juiz federal João…

Sete réus em assassinato de radialista na PB vão a júri popular nesta quinta

Sete réus do caso do assassinato do assassinato do radialista Ivanildo Viana vão a júri popular nesta quinta-feira (27) no 1º Tribunal do Júri da Comarca de João Pessoa. A sessão está…