Por pbagora.com.br

O Ministério Público Federal (MPF) pediu o afastamento do superintendente do Dnocs na Paraíba e presidente estadual do MDB de João Pessoa, que também é coordenador da campanha de Nilvan Ferreira, Alberto Gomes, mais conhecido como Esquerdinha, do cargo que ocupa no órgão.

O pedido foi feito após deflagração da Operação ‘Fundo do Poço’, nesta quarta-feira (25) e que apura corrupção por meio de dispensas de licitação e contratos irregulares num montante aproximado de R$ 75 milhões.

Esquerdinha tem ligação direta com o ex-deputado federal Benjamin Maranhão, sobrinho do senador José Maranhão e a mãe dele, a ex-prefeita de Araruna, Wilma Maranhão, ambos alvos da referida investigação, por isso a justificativa do pedido de afastamento, porém a juíza Cristiane Mendonça, da 16ª Vara da Justiça Federal, não atendeu o pedido.

PB Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Centenas de peixes são encontrados mortos na Lagoa do Parque Solon de Lucena

Na manhã desta segunda-feira (25), centenas de peixes mortos apareceram boiando nas águas da Lagoa do Parque Solon de Lucena, no Centro de João Pessoa. De acordo com as informações…

Em 2020, Paraíba registrou redução de 47% nos ataques a bancos

A Paraíba registrou uma redução de 47% nos ataques a bancos e de 23% nos roubos no ano passado, de acordo com os dados do Anuário da Segurança Pública de…