Nesta segunda-feira (13), a subprocuradora-Geral da República, Cláudia Sampaio Marques, encaminhou  um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que defende a manutenção da prisão preventiva do irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, Coriolano Coutinho, preso na última fase da Operação Calvário.

Apesar da alegação da defesa de Coriolano, que em recurso diz que a medida seria “ilegal e desnecessária”, o MPF afirma que é necessária a continuidade da prisão.

A procuradora pontuou que a investigação evidenciou que “o paciente atuava intensamente na coleta de propinas destinadas a seu irmão, Ricardo Coutinho, do mesmo modo que agia na estrutura administrativa do Estado, patrocinando os interesses da organização junto ao alto escalão administrativo, influenciando decisões”, diz trecho.

Além de Coriolano Coutinho, a Procuradoria-Geral da República emitiu parecer desfavorável contra as solturas dos ex-secretários Waldson Souza, Gilberto Carneiro, José Arthur Viana Teixeira e Vladimir Neiva, empresário da Grafset.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Seis veículos se envolvem em acidente na BR-230 e motorista apresenta sintomas de embriaguez

Seis veículos se envolveram em dois acidentes na manhã deste sábado (25), na BR-230, em João Pessoa .Inicialmente, quatro veículos bateram no km 18 da via federal. O segundo acidente…

Motos na PB estão envolvidas em 75% dos acidentes de trânsito e frota cresceu assustadoramente

As motos continuam fazendo vítimas na Paraíba e elevando as estatísticas de acidentes e mortes nas estradas. Segundo dados do Departamento de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), os acidentes de motos…