A Paraíba o tempo todo  |

Moradores do Aluízio Campos protestam por mortes violentas de crianças, em CG

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Após duas mortes de crianças, os moradores do Complexo Aluízio Campos, em Campina Grande, realizaram um protesto pacífico neste domingo (29). Eles utilizaram camisas padronizadas e balões brancos como forma de prestarem homenagens as crianças.
No protesto, os moradores pediram por investigação e por justiça dos dois casos, além de exigirem a instalação de quebra-molas, para que outros acidentes possam ser evitados por excesso de velocidade.

A primeira morte aconteceu no dia 21 de novembro, quando uma criança de 1 ano e 2 meses deu entrada no Hospital da Criança de Campina Grande, vítima de espancamento. A suspeita de ter cometido o crime é a mãe da criança.

Já a segunda morte foi de um menino de dez anos de idade, que foi atropelado por um ônibus enquanto andava de bicicleta, na última terça-feira (24). Ele estava com um amigo, de 12 anos, que teve uma fratura na perna, passou por cirurgia e continua internado no Hospital de Trauma da cidade.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe