Por pbagora.com.br

Mesmo com contrato firmado entre a Prefeitura Municipal de Santa Rita e a empresa de limpeza urbana Geo Urbana, o lixo do município não estaria sendo recolhido. Até dezembro deste ano, a empresa deve receber aproximadamente R$ 36 milhões pela limpeza de ruas e avenidas, além do recolhimento do lixo doméstico na cidade.

Moradores tem demonstrado insatisfação diante da falta de serviço de recolhimento do lixo. Moradores da Avenida Assis Chateaubriand, em Tibiri 2,  tem constantemente reclamado da falta de coleta. O local tem servido de acúmulo de dejetos. A população teme pela enfestação de ratos, baratas, escorpiões e moscas.

O contrato com o município existe desde 2017, o primeiro ano da gestão do prefeito Emerson Panta. Naquele ano, de acordo com o Diário Oficial, a Geo Urban chegou a receber quase R$ 9,6 milhões da prefeitura.

Ainda segundo publicação, o contrato entre a prefeitura e a empresa teria sido renovado por outras dias vezes, mas através de aditivos anuais. Desta forma, a Geo Urbana chegou a lucrar cerca de R$ 21,6 milhões até março deste ano.

 

Veja fotos:

 

 

PB Agora
com informações do News Paraíba

Notícias relacionadas

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 40 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.372 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (15) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O…

Vacinação de profissionais de educação começa hoje em JP; confira os locais

A Prefeitura inicia neste domingo (16) a vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores da educação do ensino basico (creches, pré-escolas e ensino fundamental I) que residam e trabalhem em João…