Mesmo com contrato firmado entre a Prefeitura Municipal de Santa Rita e a empresa de limpeza urbana Geo Urbana, o lixo do município não estaria sendo recolhido. Até dezembro deste ano, a empresa deve receber aproximadamente R$ 36 milhões pela limpeza de ruas e avenidas, além do recolhimento do lixo doméstico na cidade.

Moradores tem demonstrado insatisfação diante da falta de serviço de recolhimento do lixo. Moradores da Avenida Assis Chateaubriand, em Tibiri 2,  tem constantemente reclamado da falta de coleta. O local tem servido de acúmulo de dejetos. A população teme pela enfestação de ratos, baratas, escorpiões e moscas.

O contrato com o município existe desde 2017, o primeiro ano da gestão do prefeito Emerson Panta. Naquele ano, de acordo com o Diário Oficial, a Geo Urban chegou a receber quase R$ 9,6 milhões da prefeitura.

Ainda segundo publicação, o contrato entre a prefeitura e a empresa teria sido renovado por outras dias vezes, mas através de aditivos anuais. Desta forma, a Geo Urbana chegou a lucrar cerca de R$ 21,6 milhões até março deste ano.

 

Veja fotos:

 

 

PB Agora
com informações do News Paraíba

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia Civil emite Certidão de Antecedentes Criminais pela internet

A Polícia Civil da Paraíba (PCPB) está emitindo, de forma on-line e gratuita, a Certidão de Antecedentes Criminais aos residentes do Estado. O documento mostra se o solicitante possui ou…

Na PB: divergência sobre competência deve fazer Governo vetar lei que prevê descontos nas mensalidades

A aparente falta de competência no âmbito do Direito Civil deverá fazer com que o Governo da Paraíba vete a lei, aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), que prevê…