Por pbagora.com.br

Moradores de um conjunto residencial em São Sebastião de Lagoa de Roça inconformados com o desleixo públicos, cavaram interditaram ontem à noite a BR 104. Eles cavaram uma vala na rodovia de ligação entre Campina Grande e demais cidades do brejo pela rodiovia federal.

Cerca de 200 pessoas invadiram o trecho do km 109,0 daquela rodovia em protesto contra a infra-estrutura realizada no conjunto residencial às margens da pista. Basta chover para que as águas inundem casas dos moradores ficam , uma vez que a engenharia aproveitou o sistema de drenagem da rodovia para o escoamento pluvial do conjunto e com a demanda da chuva, os bueiros não dão conta da dispersão.

Uma equipe do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes Terrestres – DNIT há pouco mais de dois meses visitou aquela comunidade e prometeu sanar o problema. Motivo pelo qual os manifestantes afirmam que só vão se retirarem do local com a presença de um representante daquele Órgão e após um entendimento concreto sobre a situação.

A Polícia Rodoviária Federal desde o início da invasão vem tentando intermediar a situação e só às 10h45 que conseguiu contato com um representante do DINIT, o qual se comprometeu a se dirigir para o local em busca solucionar o impasse.

A PRF além de mediar à questão, também está controlando e desviando o trânsito por vias alternativas evitando área de conflito.

A PRF alerta que, após esgotadas todas negociações e os manifestantes continuarem com a interdição da pista, a qual já dura mais de 12 horas, a PRF vai usar de meios legais para liberação do trecho. Para isso equipes do Núcleo de Operações Especiais – NOE estão se deslocando da Capital para o local da ocorrência.

Assessorioa PRF

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Salão do Artesanato virtual promove lives de capacitação

O 32° Salão do Artesanato Paraibano, que nesta edição ocorre de forma virtual e tem como tema “Retalhos que conectam vidas”, vai oferecer, a partir desta quarta-feira (20), uma série…

Deputado retira de tramitação PL que previa sanção para servidores que não se vacinassem

O Projeto de Lei que previa sanções para os servidores públicos que se recusassem a tomar a vacina contra a covid-19, foi retirado de tramitação pelo autor e líder do…