Por pbagora.com.br

Nesta sexta-feira (12) moradores do município de Serra Branca, no Cariri paraibano, organizaram uma mobilização para pedir justiça pela morte do comerciante Normando Pereira que foi assassinado no dia 13 de junho do ano passado e, desde então, o crime não foi solucionado.

Normando Pereira tinha 57 anos quando foi encontrado morto na manhã do dia 13 de junho na granja onde morava, às margens da BR-412. Até hoje, um ano depois, ninguém foi responsabilizado pelo crime.

Por conta da pandemia do novo coronavírus todos que participaram do protesto foram aconselhados a usar máscaras e álcool  em gel.

PB Agora

 

Notícias relacionadas

Ex-vereador de JP Fabiano Vilar morre aos 89 anos vítima de covid-19

Faleceu nesta sexta-feira (7) o ex-vereador de João Pessoa Fabiano de Sales Vilar, de 89 anos em decorrência de complicações da covid-19. De perfil discreto e afeito ao trabalho social,…

Prefeito de CG visita hospital que gerará 3 mil empregos direto na cidade

A convite do chanceler Dalton Gadelha, da Facisa, o prefeito Bruno Cunha Lima visitou na manhã deste sábado, 08, o prédio do HELP – Hospital de Ensino e Laboratórios de…