Os dias tem amanhecido frios em Campina Grande, e os termômetros devem registrar quedas na temperatura até agosto. De acordo com a meteorologista da Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA), Marle Bandeira, climatologicamente os meses de junho e julho, são, os mais frios no agreste, do brejo paraibano. Por conta do frio, muitas pessoas tem saído de casa agasalhadas.
– Estamos em pleno período de chuvas e essas chuvas se concentraram mais nessa faixa litorânea. Do dia 12 de junho, às 4 horas da manhã, que foi quando começou a chover em João Pessoa, até hoje, 17, às 6 horas da manhã, já foram registrados 495,6 mm de chuva – contou.

A meteorologista explicou que apesar das chuvas terem ocorrido no sertão, cariri, curimataú, agreste e brejo, a maior proporção foi registrada no litoral do Estado graças a um fenômeno climático.
– Essas chuvas foram ocasionadas pelo transporte de umidade que vêm do Oceano Atlântico em direção a costa leste do Estado da Paraíba, isso traz bastante nuvens de chuva – explicou

Apesar da quantidade de chuvas, a meteorologista da AESA, alertou que ainda não estamos no inverno, que inicia em 21 de junho, e que as baixas temperaturas se dão devido ao grande fluxo de chuvas.

– Essas temperaturas realmente vão trazer essa tendencia das madrugadas bem mais frias, no entanto, quando chove realmente diminui mais. Tem também a sensação de mais frio por conta da ocorrência de chuvas, mas as temperaturas mais baixas ainda vão ocorrer, principalmente no mês de agosto, que é considerado o mais frio do ano – finalizou.

A expectativa é que até o mês de agosto as temperaturas continuem baixas, podendo atingir até 16ºC em cidades como Campina Grande e Esperança.

As temperaturas mais baixas, porém, devem ser registradas na região do Cariri paraibano, onde alguns municípios podem registrar até 15ºC durante a noite, caso por exemplo, da cidade Monteiro. Em 2017, os termômetros apontaram temperaturas na casa dos 18º C, 17ºC e agora 16ºC em Campina Grande. Em outras regiões do estado, o clima é ainda mais frio, como por exemplo, em Monteiro, no Cariri paraibano, onde foi registrado 15ºC e Maturéia, no Sertão, onde as temperaturas chegaram a 12ºC.
Este ano, a previsão é de madrugadas geladas nos meses de julho e agosto.

SL
PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Crônica de domingo: “O lado obscuro dos nossos medos”

Eu ando com o mundo. Carrego todos os dias ele nas costas, como o pobre Atlas, castigado por Zeus. Eu vejo todos os dias mendigos, e a mendicância é algo…

Mesmo sem horário de verão, celulares adiantam relógio em uma hora neste domingo

Na manhã deste domingo, 20, parte da população foi surpreendida pela atualização errônea do horário de verão em celulares e outros dispositivos. O horário foi atualizado automaticamente pelas operadoras de…