A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) decidiu recorrer da decisão do juiz Antônio Carneiro de Paiva Junior que liberou a instalação de ambulantes na Festa das Neves em atendimento a um pedido da Associação dos Ambulantes e Trabalhadores em Geral da Paraíba (Ameg).

A informação foi confirmada pelo procurador-geral do Município, Adelmar Régis que, em entrevista à rádio Jovem Pan, na manhã desta quarta-feira (31), disse que a decisão judicial contraria, inclusive, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado junto ao Ministério Público, além de ignorar todo o esforço da gestão para ordenação dos festejos.

“A decisão se choca com todo o esforço de disciplinamento urbano e defesa do patrimônio histórico, artístico e cultural da cidade, inclusive, vai contra o termo de ajuste de conduta firmado com o Ministério Público Estadual”, declarou.

OUTRO LADO

Para justificar a decisão, o juiz argumentou que as pessoas exercem a profissão de ambulante na Festa das Neves desde 2010 e o país passa por uma ‘grave crise econômica’ caracterizada pelo aumento do número de desempregados.

A decisão judicial determina a instalação dos comerciantes entre a Praça Dom Adauto e Rua Visconde de Pelotas.

A Festa das Neves teve abertura dos parques e das barracas no último sábado (27) e segue até o dia 7 de agosto, com shows e atrações previstas para este fim de semana.

 

PB Agora

Total
4
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em Teixeira: acusado de matar namorada é encontrado morto

O jovem Douglas Alves de Sousa, 21 anos, suspeito de assassinar a namorada de 16 anos, na cidade de Teixeira, na noite de ontem, segunda-feira (14), foi encontrado morto nesta…

Análise: Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba desfalca entidade que deveria ser modelo de gestão

A situação fiscal do Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba não vem “caminhando” da forma que o discurso da ética profissional exige. Todos sabem o legítimo e importantíssimo papel daqueles…