Por pbagora.com.br

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, os idosos e portadores de doenças crônicas como diabetes, hipertensão, asma, são mais suscetíveis a complicações do Covid 19. Segundo os especialistas, a diabetes principalmente o tipo 2, é um fator de risco para o agravamento de diversas infecções. Isso porque prejudica as defesas do organismo contra vírus, bactérias e afins.

O primeiro caso de morte por Covid-19 na Paraíba, foi justamente de um homem, de 36 anos, residente do município de Patos, portador de diabetes.

A médica endocrinologista do Sistema Hapvida, Aline Garcia explicou em entrevista, que os dois motivos principais para o agravamento da doença, são o excesso de glicose no sangue e a tendência a inflamação.

“É justamente essa situação de hiperglicemia que pode comprometer a imunidade, levando o paciente a ter uma evolução mais rápida com manifestação mais grave da infecção”, esclarece.

A médica enfatizou que os diabéticos têm o processo inflamatório mais exacerbado e ativo, principalmente pacientes com obesidade. Essa característica sobrecarrega a resposta imunológica e faz com que essas pessoas tenham mais facilidade de contrair outras infecções, podendo evoluir mais rapidamente para um quadro de insuficiência respiratória mais grave.

A especialista recomenda que neste momento de pandemia os cuidados que todo diabético deve ter, são basicamente dois: Isolamento social e controle dos níveis de glicemia.

“Já existem estudos que apontam que pacientes diabéticos bem controlados têm quase o mesmo risco de complicação que aqueles que não têm a doença. Portanto, além do isolamento social, alimentação equilibrada e boa adesão ao tratamento médico são muito importantes”, explicou.

A endocrinologista ressalta ainda que há muitas dúvidas por parte dos pacientes em relação ao risco de complicação pela Covid-19. Para ela, o risco maior está associado às complicações que, porventura, já possam existir nesses pacientes, independente da classificação da doença.

Os fatores que explicam a vulnerabilidade dos diabéticos aos coronavírus são, excesso de açúcar no sangue, que dificulta o combate a doenças. Além disso, o processo de inflamação é mais acentuado nos diabéticos; por causa do sistema imunológico comprometido de quem tem diabetes, alguns sintomas da infecção por coronavírus demoram a aparecer.

SL

PB Agora

Notícias relacionadas

Covid: PB confirma 16 mortes nas últimas 24h e taxa de ocupação de leitos é de 60%

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta quinta-feira (06), 1.190 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 100 (8,4%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.090 (91,59%) são…

Repórter esportivo Gersal Freire morre de covid-19 em João Pessoa

Morreu na manhã desta quinta-feira (6), vítima da covid-19, o repórter esportivo Gersal Freire, da CBN João Pessoa. Natural de Floriano, no Piauí, Gersal estava internado no Hospital Santa Isabel,…