Por pbagora.com.br
Marcondes Gadelha Foto: reprodução

O PSC da Paraíba pagou o preço por decidir não seguir a orientação do prefeito Luciano Cartaxo (PV) nas eleições desse ano em João Pessoa e viu duas de suas indicações serem exoneradas de cargos estratégicos nesta sexta-feira (10). Mas, apesar da reação da gestão, o presidente estadual da sigla, Marcondes Gadelha, deixou claro que não se arrepende de apostar no nome de Ruy Carneiro (PSDB) para comandar a disputa que se avizinha.

“Nós optamos por votar para prefeito no deputado Ruy Carneiro por ver nele também um quadro altamente qualificado, um jovem talentoso, amante da política, e muito bem articulado em Brasília. No plano nacional o que é um diferencial competitivo dele e que vai ser muito útil para a cidade de João Pessoa. Além do mais o Ruy tem um histórico político importante, já deu uma contribuição na hora da saúde que a gente ver como relevante nessa hora que estamos atravessando uma crise, e se Deus quiser sairemos bem sucedidos”, ressaltou.

Dentre os indicados pelo PSC, foram exonerados Sebastião Flávio de Araújo, que ocupava a Secretaria do Trabalho. Ele é sogro do ex-prefeito André Gadelha; e José Gadelha Neto que era o adjunto do Trabalho e é sobrinho do ex-deputado Marcondes Gadelha.

Para o dirigente, a movimentação de Cartaxo foi natural, todavia, o PSC sempre foi fiel ao grupo e agradece a parceria.

“Eu vejo nessas demissões um processo absolutamente natural. Encaro como dentro da normalidade e compreendo e respeito a decisão do prefeito. Não há nenhum ressentimento, não há nenhuma retaliação, nenhuma mágoa, nenhuma queixa. Continuamos admirando o prefeito, respeitando a sua pessoa e a sua administração, que é muito fecunda e muito útil para Paraíba. O prefeito tem sido correto com o PSC ao longo de todo esse tempo e essa recíproca também é verdadeira. Sempre nos comportamos com relação a ele com absoluta lealdade. Votamos três vezes com a família, votamos com Lucélio para governador, e tudo isso faz parte das relações políticas normais”, ressaltou. As declarações repercutiram no Arapuan Verdade.

 

Márcia Dias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário Executivo de Saúde reforça necessidade do isolamento: “Não é hora de fazer festas”

O secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde do Estado, Daniel Beltrammi, afirmou que o estado ainda vive um cenário de interiorização do coronavírus. Ele destacou que…

Saúde de CG irá investigar caso de misoginia denunciado no Isea

A Secretaria de Saúde de Campina Grande esclareceu que abriu um Processo Administrativo Disciplinar para apurar as denúncias feitas por profissionais médicas do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea)…