A Paraíba o tempo todo  |

Maranhão admite instalação do Tribunal de Contas dos Municípios

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Durante entrevista à imprensa, após assinatura do Pacto de Redução da Mortalidade Infantil, que contou com a presença do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, o governador José Maranhão declarou que, mesmo sem ter apresentado proposta, não acredita que os delegados de Polícia Civil da Paraíba retomem a greve no Estado. Ainda durante entrevista, Maranhão admitiu a possibilidade da instalação do Tribunal de Contas dos Municípios no Estado.

Indagado sobre a possibilidade da retomada do movimento grevista por parte dos delegados de Polícia Civil que, caso aconteça, irá prejudicar o trabalho de segurança durante a realização do Maior São João do Mundo, em Campina Grande, Maranhão foi taxativo ao afirmar que tem certeza de que a categoria não irá retomar a greve.

“Acredito no espírito público e na seriedade dos delegados com os quais estamos negociando”, disse o governador.

A exemplo do governador José Maranhão, o prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego, que também esteve presente no evento, acredita que a situação dos delegados será bem resolvida e não irá prejudicar o São João da cidade.

“Acredito penhoradamente que haverá uma equação nesta relação, espero que haja a sensibilidade por parte dos companheiros em relação à importância do evento”, disse Veneziano.

“Não quero crer que possa existir qualquer tipo de desacordo neste sentido, nem que possa ser motivação para a retomada da greve o início do período junino”, completou.

Veneziano Vital disse ainda que não há qualquer plano estratégico por parte da PMCG no sentido de se articular caso a greve seja retoma, pois Segurança Pública é um assunto relacionado à instância estadual.

Instalação do Tribunal de Contas dos Municípios

José Maranhão afirmou que neste momento é contra a instalação do Tribunal de Constas dos Municípios, pois o Estado vive uma grave crise econômica e não faria sentido instalar o tribunal agora. Por outro lado admitiu ser contra a reforma da constituição que extingue o tribunal.

“Existe a possibilidade da instalação do Tribunal de Contas dos Municípios quando for necessário e possível”, disse o governador.

Thiago Moraes
PB Agora

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe