Por pbagora.com.br

O vereador Adriano Martins, do MDB, denunciou, nesta terça-feira (18), uma manobra em curso, capitaneada pelo presidente da Câmara Municipal de Bayeux, Inaldo Andrade, para tentar, mais uma vez, impedir a realização das eleições indiretas no município.

Além de contrariar a decisão judicial por vias administrativas, o presidente agora estaria tentando mudar o horário da eleição, agendada para esta quarta-feira (18), para conseguir nova decisão, dessa vez através de instâncias superiores, para cancelar o pleito.

Segundo o parlamentar, para o presidente da Câmara, vale tudo pelo poder.

“A informação que corre pelos corredores da Câmara é que Kita precisa de um prazo de no mínimo até às 15h desta quarta-feira para conseguir, em instâncias superiores, o cancelamento da eleição. Mas se a eleição for realizada às 9h, talvez a manobra que eles estão preparando não dê tempo de se concretizar. Inaldo peitou a decisão da Mesa, desfazendo um ato cometendo mais uma irregularidade. Para Inaldo, tudo vale pelo poder”, disparou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Encerramento do Ciclo de Debates da FCJA discute eleições

O 2º Ciclo de Debates Diálogos Presentes, da Fundação Casa de José Américo (FCJA), termina nesta terça-feira (29), às 9h30, com abordagem do tema “Cidadania e responsabilidade política: eleições de…

Trânsito muda no cruzamento do Instituto dos Cegos, em CG

Os condutores de veículos devem ficar atentos para a alteração de trânsito a partir desta segunda-feira, 28, no cruzamento das ruas Noujaim Habib com João Quirino e a Pedro Leal,…