Na noite desta terça-feira (12), um trecho da BR-230 em Camboinha, no município de Cabedelo, na Grande João Pessoa, foi interditado na noite desta terça-feira (12) por um grupo de manifestantes que pediam justiça pela morte das jovens Tamara, de 26 anos, e Mariele de Melo, de 15 anos que foram atingidas por uma caminhonete no momento em que seguiam em uma “cinquentinha” no dia 12 de novembro. Tamara morreu no local e Mariele morreu dois dias depois, no hospital.

 O motorista do carro fugiu e não foi identificado.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o protesto foi pacífico e durou cerca de uma hora, interditando uma via da BR-230.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

SOS Transposição: padre Djacy elege RC ‘o porta voz do povo sofrido”

Padre sertanejo, conhecido por seu envolvimento nas causas sociais, sobretudo na luta pela água para a região Nordeste, o pároco Djacy Brasileiro também está engajado na campanha encabeçada pelo ex-governador…

Romero garante que CG terá 100% da iluminação em LED

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, reafirmou na manhã desta segunda-feira (19), em entrevista concedida à Rádio Correio FM, que pretende implantar iluminação em LED em todos os bairros…