O ex-secretário adjunto de Educação da Paraíba, José Arthur Viana Teixeira, preso na sétima fase da Operação Calvário, na última terça-feira (17), deve passar o Natal atrás das grades.

É que ontem, domingo (22), a  vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Maria Thereza de Assis Moura rejeitou o pedido de habeas corpus impetrado pelo ex-auxiliar da gestão Ricardo Coutinho.

Além dele, ainda seguem presos Coriolano Coutinho (irmão do ex-governador Ricardo Coutinho), Waldson Souza, Gilberto Carneiro (ex-procurador geral do estado), entre outros.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cajazeiras registra maior índice de chuvas da Paraíba em 2020

A cidade de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, foi o município paraibano onde mais choveu em 2020, com o registro de 1.216 milímetros, segundo levantamento da Agência Executiva de Gestão…

R$ 145,5 milhões: confira na íntegra novas medidas sociais e econômicas da PB

O governador João Azevêdo anunciou, nesta quinta-feira (2), uma série de medidas econômicas e sociais devido ao isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus. As medidas têm um amplo alcance,…