Mais de 59% dos trabalhadores no estado da Paraíba estão em ocupações informais. Pelo menos é o que aponta os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADc), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (19). O percentual representa 882 mil pessoas e mostra que, até o terceiro trimestre deste ano, a taxa de informalidade permaneceu estável em relação ao trimestre anterior.

De acordo com a pesquisa, entre os trabalhos informais, 407 mil são por conta própria, sem CNPJ; 327 mil são empregados sem carteira de trabalho assinada; e 82 mil são trabalhadores domésticos sem carteira assinada. Há também 48 mil pessoas ocupadas como “trabalhador familiar auxiliar” e 18 mil como “empregador sem CNPJ”.

Ainda segundo o levantamento, em comparação ao terceiro trimestre de 2018, quando havia 918 mil pessoas em ocupações informais no estado, a taxa teve uma redução de 0,7% e caiu de 59,9% para 59,2%.

Já a taxa de formalidade foi de 40,8% no terceiro trimestre de 2019, o que corresponde a aproximadamente 608 mil pessoas em ocupações do tipo, sendo a maior parte, empregados com carteira, o que totaliza 330 mil.

Redação

Total
4
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em Campina Grande: Vila do Artesão inicia mês natalino com muito forró

Ao som de muito forró a Vila do Artesão abriu oficialmente neste sábado (07) a programação festiva do mês de dezembro. Registrando uma intensa movimentação, o Projeto Forró na Vila,…

Corinthians se despede com derrota para o Fluminense na Arena

O Corinthians se despediu de seus torcedores nesse domingo com uma derrota para o Fluminense dentro da Arena de Itaquera. Evanilson, em seu terceiro jogo na equipe principal do Flu, marcou dois…