Por pbagora.com.br

Mesmo com um pleito tranquilo segundo avalição da Justiça Eleitoral, mais de 150 pessoas foram presas e R$ 100 mil apreendidos durante 1º turno das Eleições na Paraíba.

Segundo a Polícia Militar, ao todo, 159 pessoas foram conduzidas até as delegacias da Polícia Federal ou Polícia Civil. Destes, 24 eram candidatos.

A Polícia Federal atendeu 27 ocorrências durante as eleições. Durante essas eleições, só houve um flagrante feito pela PF, por compra de votos em Patos. De acordo com o superintendente da Polícia Federal, Gustavo Souza, polícia esteve em 30 cidades da Paraíba e as ocorrências mais comuns registradas foram compra de votos, propaganda irregular e transporte irregular de eleitores.

Ao todo, foram 18 registros de fato no estado – uma coleta informações de notícias de crimes, mas que não há elementos para uma prisão em flagrante. Neste casos, o superintendente diz que o material é apreendido e levado para investigação.

Também foram apreendidas 17 armas de fogo no período e 70 veículos, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal. Propaganda irregular (boca de urna), compra de voto e desobediência à regras da justiça eleitoral foram as ocorrências mais comuns. Além disso, 419 denúncias de crimes eleitorais verificadas pela PM.
Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Estado altera expediente nas repartições públicas nos dias 8, 24 e 31 deste mês

As repartições públicas estaduais da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo terão ponto facultativo nos dias 8, 24 e 31 de dezembro. A portaria da Secretaria de Estado da…

Opinião: Quem terá plantado a pauta à moda se-colar-colou, sobre Cícero trair os Ribeiro?..

Já dizia o velho e experiente Leonel Itagiba de Moura Brizola: “A traição é própria da política, mas o povo abomina o traidor”. Calejado como é, Cícero Lucena (PP) sabe…