Este ano 51 pessoas já perderam vida em acidentes envolvendo motociclistas, motonetas ou ciclomotores nas rodovias federais da Paraíba

O número de acidentes envolvendo motocicletas tem se tornado uma preocupação para os órgãos de trânsito e para o sistema de saúde pública brasileiro. Nas rodovias federais da Paraíba, mais da metade das mortes registradas em acidentes de trânsito envolvem motocicletas ou ciclomotores. Na Semana Nacional de Trânsito, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresenta dados sobre os acidentes com motos, traz dicas de segurança e as consequências das condutas irregulares.

Este ano foram registrados nas rodovias federais da Paraíba 95 vítimas fatais em acidentes de trânsito. Deste total, 51 mortes envolveu motociclista ou passageiro da moto, o que representa 53% do total de óbitos registrados. O número de pessoas feridas em acidentes com motocicletas em rodovias federais este ano é de 635 vítimas leves ou graves. Esse número representa 64,33% do total de pessoas feridas em acidentes de trânsito nas rodovias da Paraíba.

Apesar dos números elevados registrados, o número de mortes envolvendo motociclistas diminuiu quando comparados com o mesmo período do ano anterior. Em 2018, no período de janeiro a primeira quinzena de setembro, foram registrados 59 óbitos envolvendo motociclistas ou passageiros de motos. Quando comparado com o mesmo período deste ano, a PRF registrou uma redução de 13,55% no número de óbitos envolvendo motos.

Muitos acidentes envolvendo motociclistas ocorrem por imprudência ou até mesmo imperícia. O número de motociclistas flagrados dirigindo sem habilitação ou sem usar o capacete reflete diretamente na quantidade e na gravidade dos acidentes envolvendo motos.

Entretanto, a falta de atenção dos motoristas de veículos maiores também causa graves acidentes envolvendo motos. Trocar de faixa sem os devidos cuidados, não obedecer regras de preferência de circulação são algumas práticas que comprometem a segurança dos motociclistas.

*Operação Duas Rodas – Para reduzir o número de acidentes envolvendo motos, motonetas e ciclomotores, a PRF vem realizando desde o início de ano a Operação Duas Rodas. O foco da ação é a fiscalização de motos, tanto para reduzir acidentes, como para coibir práticas criminosas que utilizam esse tipo de veículo.

Dicas de segurança para motocicletas – A primeira regra que a PRF alerta aos motociclistas é a necessidade de ser devidamente habilitado para conduzir motos ou possuir Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) para pilotar motonetas ou ciclomotores. O uso de capacete é obrigatório para todos ocupantes. Retrovisores é um item de segurança indispensável à segurança da condução de motos. Sempre verifique o sistema de iluminação, pois uma lâmpada queimada compromete a visualização dos demais motoristas.

 

Redação com PRF

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Novo chefe de Gabinete descarta retorno para Câmara de CG

Empossado essa semana como novo Chefe de Gabinete da Prefeitura de Campina Grande (PMCG), o suplente de vereador Alcindor Vilarin, descartou no momento, disputar novamente uma vaga na Câmara Municipal.…

Governo da PB assume gestão da maternidade pública de Patos nesta quinta-feira

A Maternidade Peregrino Filho localizada em Patos, no Sertão da Paraíba, passa para gestão estadual nesta quinta-feira (16). A mudança faz parte da medida tomada pelo governador João Azevêdo de…