A Paraíba o tempo todo  |

Mais 10 socioeducandos do Lar do Garoto são contemplados com o Projeto Jovem Aprendiz

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac), por meio da diretoria técnica, através do eixo Profissionalização, Trabalho e Previdência, deu início a mais uma turma do Curso de Aprendizagem Profissional de Qualificação em Serviço Administrativo para 10 adolescentes que cumprem medida socioeducativa no Lar do Garoto (Lagoa Seca). O curso terá duração de 10 meses, com previsão de término para junho de 2021. A turma foi batizada de ‘Ivan de Sousa Medeiros’, em homenagem ao agente da unidade que faleceu vítima do Covid-19 este ano.

Segundo Waleska Ramalho, presidente da Fundac, a segunda turma do Projeto Jovem Aprendiz no Socioeducativo é fruto de uma parceria que se tornou um marco na ressocialização de adolescentes e jovens através da profissionalização. “A Fundac agradece a todos os envolvidos, especialmente aos que acolheram esse projeto e estão transformado vidas. Entre eles, não poderia deixar de destacar, a nossa equipe do Lar do Garoto, que tem feito um brilhante trabalho junto aos órgãos competentes”, lembrou.

O diretor interino da unidade, Antônio Márcio Santana Figueiredo, disse que era visível a empolgação dos adolescentes. Para ele, falar da alegria e da participação desses alunos que têm a possibilidade de uma vida melhor quando deixarem a unidade é entusiasmante. “Vi adolescentes ligando para familiares, informando que era um sonho realizar esse curso para mostrar aos pais que também iam levar algo de bom disso aqui”, enfatizou.

A coordenadora técnica do Lar do Garoto, Socorro Carvalho disse que isso é a concretização da implantação da política de profissionalização, garantindo o direito previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. “A Fundac vem estabelecendo, com metas, a instituição das políticas públicas no tocante aos direitos dos adolescentes referentes à vida, saúde, educação, cultura, ao esporte, lazer e a profissionalização na perspectiva da proteção integral” ressaltou.

Segundo a supervisora pedagógica do SENAC (parceiro da Fundac), Adrielle Fernandes, o curso sobre Aprendizagem Profissional de Qualificação em Serviço Administrativo tem uma programação teórica e prática.

“Os conteúdos são voltados ao Administrativo, porém eles irão ao primeiro momento ter um conhecimento voltado ao desenvolvimento socioemocional, bem-estar pessoal e social do jovem, recursos tecnológicos no contexto social do trabalho, leitura e compreensão de textos, letramento matemático e educação financeira e laboratório juventudes”. Segundo Adrielle, as atividades são realizadas de forma remota, através de uma plataforma de aprendizagem, assistida e acompanhada pelo instrutor através do Google Meet. As primeiras instruções foram ministradas pela coordenadora pedagógica do SENAC, Ana Iris.

Programa Jovem Aprendiz no Socioeducativo – O programa é fruto de convênio assinado entre o Governo do Estado (por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e da Fundac), o Ministério Público do Trabalho (por meio da Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região), a Superintendência Regional do Trabalho, o Tribunal de Justiça do Estado, o Ministério Público, a Defensoria Pública, a Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado da Paraíba (Fecomércio/PB), além do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC – PB), responsável por ministrar o curso para os socioeducandos.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe