Por pbagora.com.br

Um dia depois de apresentar o Plano Estratégico de Flexibilização, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, utilizou as redes sociais neste domingo (14) para anunciar a abertura de 14 novos leitos UTI para o enfrentamento da Covid-19, totalizando 282 implantados na cidade. Desses, 4 já foram abertos hoje no Hospital Universitário Lauro Wanderley e outros 10 passam a funcionar a partir de amanhã (15) no Hospital Santa Isabel. Além da ampliação na rede de saúde, o gestor determinou o início de distribuição de 20,8 mil cestas nutricionais do Programa João Pessoa Sustentável na terça-feira (16) e garantiu a antecipação da primeira parcela do décimo-terceiro salário dos servidores para a sexta-feira (19).

O prefeito informou que são ações em diversas frentes, com ampliação das redes de saúde e de proteção social, além da injeção de recursos na economia da cidade. “Esse novo conjunto de medidas demonstra nossa atenção permanente com as ações de enfrentamento ao novo coronavírus. Como disse, a nova fase que vamos começar amanhã não significa uma liberação total de todas as atividades. Estamos dando mais um passo no combate ao vírus, com etapas graduais que oferecem ainda mais segurança até a nova normalidade. A recomendação segue a mesma: ficar em casa e só sair em caso de necessidade”, explicou Luciano Cartaxo.

O início da distribuição das 20,8 mil cestas nutricionais e kits de higiene é resultado de uma ação piloto do Centro de Monitoramento da Cidade, que integra o programa “João Pessoa Sustentável”, realizado a partir de acordo internacional com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Nesta primeira fase, que segue até o dia 19/06, serão entregues 3.426 cestas, em um esforço integrado de seis secretarias municipais em parceria com o exército. A distribuição será feita porta a porta, em oito áreas, evitando aglomerações. Em todas as etapas, mais de 41 mil pessoas serão contempladas.

Reforço na economia – Com o pagamento da primeira parcela do décimo-terceiro salário esta semana, junto com a folha mensal a ser paga no final deste mês, a capital paraibana irá injetar aproximadamente R$ 136 milhões em um intervalo de 16 dias. “Mesmo diante de um cenário de muita adversidade, nos reunimos com a equipe econômica, remanejamos recursos e cortamos despesas para assegurar a antecipação da primeira parcela do décimo-terceiro. Com isso, mantemos um compromisso assumido com a população por oito anos consecutivos, injetando mais recursos na economia ainda nesta primeira fase de flexibilização”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

 

Redação com PMJP

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sertão tem alta de 18% na taxa de ocupação de leitos covid em outubro

A taxa de ocupação de leitos destinados a pacientes contaminados pelo novo coronavírus (covid-19) voltou a subir no Sertão da Paraíba durante o mês de outubro. No dia 1º, a…

Boletim com dados de setembro da Sefaz-PB aponta crescimento na arrecadação do ICMS, IPVA e ITCD

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB) publicou, nesta terça-feira (20), a edição nº 13 do Boletim Covid-19, que traz dados, gráficos e análises da arrecadação da receita própria (ICMS,…