Pastores e Presbíteros que fazem parte do Sínodo da Paraíba, da Igreja Presbiteriana do  Brasil, divulgaram uma nota pública face das medidas sanitárias de isolamento social decretadas pelas autoridades competentes para combate à pandemia da COVID-19.

Confira a nota na íntegra:

Nota Pública
As lideranças representativas da Igreja Presbiteriana do Brasil no estado da Paraíba, abaixo subscritas, em face das medidas sanitárias de isolamento social decretadas pelas autoridades competentes para combate à pandemia da COVID-19, reiteram:
1) O entendimento Cristão Reformado de separação do Estado e Igreja em suas esferas de atuação, em conformidade com a saudável doutrina protestante emanada do século XVI, que tem inspirado o ordenamento jurídico das democracias modernas;
2) A defesa da obediência às autoridades, legal e legitimamente constituídas por Deus em todos os níveis (Federal, Estadual e Municipal), conforme a manifestação do voto popular democrático, desde que suas ações não transgridam princípios inegociáveis da Palavra de Deus, situação que ensejará oportunidade à Igreja de se manifestar, denunciando a transgressão do Estado e seus representantes, além de outras providências nos termos das leis vigentes;
3) A compreensão de que a suspensão temporária de reuniões presenciais de vários setores da sociedade, inclusive instituições religiosas, como parte da luta contra o novo coronavírus tem caráter excepcional e por isso, tem sido admitida majoritariamente pelas lideranças religiosas, especialmente as de igrejas protestantes, dentro do devido espírito público e de colaboração;
4) A convicção da grande importância de celebrações, reuniões, atendimentos pastorais presenciais etc. como expressão de culto a Deus e de serviço ao próximo, prescritos pela Palavra de Deus e úteis, inclusive para o bem-estar integral dos membros, frequentadores de suas comunidades de fé e da sociedade em geral. Serviços espirituais e de apoio emocional e familiar têm sido realizados pelas iniciativas de transmissão das atividades pela internet, contatos telefônicos etc. apenas pela necessidade temporária e de caráter paliativo, sem jamais substituir plenamente as atividades presenciais das igrejas;
5) O respeito por manifestações contrárias a esta posição assumida e subscrita publicamente, seja por parte de membros, seja por lideranças religiosas, inclusive aqueles que estão nos limites de sua jurisdição espiritual, de acordo com os direitos fundamentais de livre opinião e de expressão, desde que não sejam feitas genericamente em nome de “igrejas evangélicas”, “igrejas protestantes, “pastores evangélicos” e outros termos, que possam induzir a impressão de estarem representando tais segmentos da sociedade, sem que o devido processo de consulta e deliberação próprios dessas instâncias assim os autorize;
6) A importância do bom senso e de moderação de todos, especialmente dos líderes e igrejas, diante da gravidade da situação, a fim de que o bom nome de Cristo seja honrado e a histórica reputação de exercício da cidadania responsável da igreja protestante brasileira seja reconhecida pelas autoridades e sociedade;
7) A nossa confiança em Jesus Cristo, Cabeça da Igreja, como o único que pode salvar o nosso país dessa pandemia, utilizando-se, se assim lhe aprouver, dos meios humanos disponíveis pelo conhecimento e gestão de homens e mulheres que Ele mesmo destinou para liderar o país neste momento da história, os quais darão contas ao Reto Juiz, caso sejam infiéis ao mandato divino, razão porque devemos interceder a Deus por eles para que lhes conceda sabedoria;
8) A proclamação de que a única atitude por parte de homens, instituições e países que propicia verdadeira paz e prosperidade é a do devido temor reverente ao Criador, dependência de sua santa providência e obediência à Lei Eterna e ao Evangelho do Redentor Jesus Cristo, a quem seja dada a glória devida ao seu nome.
Que Deus tenha misericórdia e derrame sua graça sobre o nosso país e estado, e nos abençoe com saúde, paz e prosperidade.
João Pessoa, 26 de maio de 2020.
Assinam a nota:
REVERENDOS

Robinson Grangeiro Monteiro
Pastor da Igreja Presbiteriana de Tambaú
Presidente do Sínodo da Paraíba
Adriano Cordeiro de Morais, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Tambaú – João Pessoa
Aguinaldo Melo, pastor da Igreja Presbiteriana Memorial
Aldenisio Avelino de Sousa, pastor Emérito da Igreja Presbiteriana de Cruz das Armas – João Pessoa
Allan Richardson Anacleto, pastor da Igreja Presbiteriana da Aliança e Rodeador – Salgado de São Félix
Alcimar Dantas Dias, pastor da Igreja Presbiteriana de Cruz das Armas – João Pessoa
André Luís de Mendonça Vilar, pastor da Igreja Presbiteriana Renascer – Campina Grande
Calvino Teixeira da Rocha, pastor da Igreja Presbiteriana de Campina Grande
Carlos Kleber Araújo de Oliveira, pastor da Congregação Presbiteriana do Extremo Oriental – João Pessoa
Carlos Rodrigo Rocha da Mota, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Intermares – Cabedelo
Cláudio Antônio Monteiro dos Santos, pastor efetivo da Igreja Presbiteriana de Guarabira
Cláudio Cavalcanti Neves Filho, pastor da igreja Presbiteriana de Mandacaru – João Pessoa
Cleiton de Lima Ricardo, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Jaguaribe – João Pessoa
Estevão Domingos de Oliveira Neto, pastor da Igreja Presbiteriana de Jaguaribe – João Pessoa
Fernando Eduard Frincu, pastor da Igreja Presbiteriana em Rio Tinto e missionário da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais
Francisco Erivan Gomes, Pastor da Igreja Presbiteriana Renascer em Queimadas
Gabriel Neubarth Souto Neves, pastor do Presbitério da Paraíba e missionário da APMT
Geremias Linhares dos Santos, pastor da Igreja Presbiteriana de Sousa
Jailson d os Santos Silva, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana em Funcionários – João Pessoa
José Eudo Gomes Pereira, pastor da Igreja Presbiteriana em Desterro
José Roberto Rodrigues Coelho, Secretário Nacional da Infância e membro do Presbitério Metropolitano da Paraíba
José Salvador Pereira, pastor Jubilado da Igreja Presbiteriana do Brasil – Campina Grande
Joseilson Evaristo Silva, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Guarabira.
Josemar Gomes Farias, Pastor da Igreja Presbiteriana de Esperança
Kylven Costa Guedes, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Tambaú – João
Pessoa
Leonardo Pereira Luz, pastor da Congregação Presbiteriana Reviver – João Pessoa
Marcos Henrique da Silva, pastor da Igreja Presbiteriana em Tibiri- Santa Rita
Murilo de Morais Almeida, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Sousa
Pedro Cordeiro de Mira Júnior, pastor das Igrejas Presbiterianas Filadélfia e Bancários – João Pessoa.
Petrochelle Marques Leitão, Pastor Auxiliar da Igreja Presbiteriana de Mangabeira ll – João Pessoa
Rennan Dias, pastor da Igreja Presbiteriana do Bairro dos Estados – João Pessoa
Ricardo Jorge N. de Oliveira Pereira, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana da Restauração – João Pessoa
Rivaldo Gomes de Andrade, pastor da Segunda Igreja Presbiteriana de Patos
Robson Ramalho de Araújo, pastor da Igreja Presbiteriana do Monte Santo – Campina Grande
Rodrigo Barros da Silva Ribeiro, pastor auxiliar da IV Igreja Presbiteriana em Campina Grande
Rômulo Quaresma Nobrega, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana Memorial – João Pessoa
Rubem Cordeiro Macedo, pastor da Igreja Presbiteriana da Restauração – João Pessoa
Saul Lafayette Formiga Filho, pastor da Segunda Igreja Presbiteriana de Campina Grande,
Sérgio Matheus Tomé Costa da Silva, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Solânea,
Shalom Moiseyev do Nascimento, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana Memorial – João Pessoa
Silvano Bernardino da Silva, pastor da Igreja Presbiteriana em Funcionários – João Pessoa
Thiago Bruno P. de Sousa, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana de Tambaú secretário executivo do PMPB, aceito e subscrevo os termos desta nota pública
Ygor Porfirio Castro de Albuquerque, Pastor da Igreja Presbiteriana de Internares – Cabedelo
PRESBÍTEROS
André Gomes Bronzeado, presbítero do Conselho da Igreja Presbiteriana de Tambaú – João Pessoa
Aluísio da Silva Ribeiro, presbítero da IV Igreja Presbiteriana de Campina Grande
Alysson Gomes Alves, presbítero do Conselho da Igreja Presbiteriana de Tambaú -João Pessoa
Amauri da Silva Ribeiro, presbítero da IV Igreja Presbiteriana de Campina Grande
Cicero da Silva Pereira, presbítero da IV IP de Campina Grande,
Daniel Ferreira Silva Junior, presbítero do Conselho da Igreja Presbiteriana de Tambaú – João Pessoa
Ericon Fábio de Oliveira, pastor auxiliar da Igreja Presbiteriana do Catolé – Campina Grande
Fred Almeida, presbítero da Igreja Presbiteriana Renascer – Campina Grande
Genival Sergio Ayres Barbosa, presbítero da Igreja Presbiteriana de João Pessoa
Italo Fittipaldi, presbítero da Igreja Presbiteriana de Tambaú – João Pessoa
Jofre Garcia Luna, presbítero da Igreja Presbiteriana de Guarabira
Josafá Albino da Silva, Presbítero da IP Mangabeira II – João Pessoa
Juarez Pereira da Silva, Presbítero da Igreja Presbiteriana Renascer em Queimadas
Marcelo Antônio da Silva, presbítero da Igreja Presbiteriana Funcionários IV – João Pessoa
Paulo Henrique Silva Figueiredo, presbítero da Igreja Presbiteriana de Tambaú – João Pessoa
Pedro Luís Lopes de Brito, presbítero da Igreja Presbiteriana dos Bancários – João Pessoa
Robson Oliveira de Macedo, Presbítero da Igreja Presbiteriana Renascer em Queimadas
Roniérison Marinho Paz, presbítero da Igreja Presbiteriana da Aliança e Rodeador – Salgado de São Félix
Sandro Dutra de Andrade, presbítero da Igreja Presbiteriana Filadélfia – João Pessoa
[1] A subscrição a esta nota é de livre consciência e não se constitui em decisão conciliar do SPB e/ou de qualquer um de seus Presbitérios ou Igrejas.

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após passar mal, mulher dá a luz sem saber que estava grávida, na PB

Uma mulher de 25 anos deu a luz a um menino em um hospital de João Pessoa após passar mal, ser socorrida e descobrir apenas na hora do parto, que…

João sanciona lei que obriga uso de máscaras em áreas comuns de condomínios

Ao todo, no DOE deste sábado, três leis foram publicadas com o objetivo de prevenir a disseminação da Covid-19 No Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (4), o governador…