A Operação Lei Seca aplicou 948 testes e flagrou 51 motoristas, na primeira semana do mês de abril. Neste período, apenas uma pessoa foi presa. No mês de março, foram aplicados 5.924 testes, 349 motoristas foram flagrados sob efeito de álcool e 23 foram presos. Os números incluem as ações realizadas no carnaval, com a aplicação de 1.715 testes do bafômetro que resultaram em 133 flagrantes e seis prisões.

Em fevereiro, incluindo números do plano de segurança no trânsito para a Folia de Rua, foram aplicados 6.418 testes, com 387 flagrantes e 28 prisões. Só este ano, a Operação Lei Seca aplicou 20.478 testes do bafômetro que resultaram em 1.078 flagrantes e 74 prisões.

Desde que foi criada, em setembro de 2012, a Operação Lei Seca aplicou 60.100 testes do bafômetro, flagrou 422 motoristas por embriaguez ao volante e prendeu 469.

Desde o mês de julho do ano passado, quando foram contratados 60 agentes de trânsito por meio do primeiro concurso público da história do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a Operação Lei Seca passou a ter ações diárias.

Licenciamento 2014 – Durante as fiscalizações, os agentes de trânsito também verificam a documentação de veículos e condutores. Um dos objetivos é tirar de circulação os veículos com o licenciamento em atraso, considerando que já está vencido o licenciamento 2014 para veículos com placas finais 1, 2.

No dia 30 de abril, encerra o prazo para o licenciamento 2014 dos veículos com placas finais 3 e 4 e o prazo para o desconto de 10% no valor do IPVA dos veículos com placas de final 6, ou para o parcelamento do imposto em três meses. Os veículos com placas de final 6 devem ser licenciados até 30 de junho.

 

 

 

Redação com Secom

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Patrulha Maria da Penha registra mais de 1,2 mil atendimentos em 100 dias, na PB

Os resultados dos primeiros cem dias de atuação da Patrulha Maria da Penha no Estado – 84 mulheres protegidas e mais de 1.200 atendimentos – foram apresentados ao presidente do…

Vigilância Ambiental intensifica controle da calazar em CG

Os casos de Leishmaniose Canina, conhecida popularmente como Calazar, têm preocupado a Coordenação de Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde de Campina Grande, que está intensificando o trabalho de coletas,…