Esquema de lavagem de dinheiro e organização criminosa no município de Conde. Essas são as acusações que a ex-prefeita de Conde terá que se defender, nesta terça-feira (26), durante oitiva da Polícia Civil. Tatiana foi intimada para prestar depoimento na sede do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil, em João Pessoa.

A oitiva está marcada para às 10h.

Em julho, a ex-secretária de Finanças da cidade, Andrea Soares da Silvada, foi alvo de uma Operação conjunta deflagrada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) e o Ministério Público Estadual.

A ex-auxiliar era suspeita do crime de lavagem de dinheiro. Segundo as investigações, ela teria ocultado patrimônio e valores na ordem de R$ 3 milhões.
Depois de prestar depoimento, a ex-secretária se comprometeu, à época, em colaborar com a Justiça nas investigações, se tornando uma delatora.

Há documentos comprovando uma das operações, como a compra de um apartamento à empresa Ecomax, no valor de R$ 224.098,00. Consta, inclusive, registro do depósito dessa quantia. Segundo o delegado Alan Murilo Terruel, do Gaeco (Grupo de Repressão do Crime Organizado), havia pelo menos oito pessoas suspeitas de integrar o esquema supostamente criminoso, entre os quais a ex-prefeita Tatiana se insere.

Conforme o delegado Terruel, referindo-se aos crimes praticados, “existem fortes indícios de desvio e apropriação de recursos públicos, lavagem de dinheiro, corrupção, peculato, inserção de dados falsos em sistema de informações, entre outros delitos”.

 

 

 

 

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Jamais me negaria a receber quem quer que seja” enfatiza João Azevêdo

O governador João Azevêdo (PSB) voltou a falar sobre seu relacionamento com os prefeitos paraibanos, tanto de oposição quanto de situação e disse ser um governador que não discrimina gestor…

Força maior: entrega de imóveis do Aluísio Campos pode ser adiada

Em entrevista concedida na tarde desta segunda-feira (23) à Rádio Campina Grande FM, o prefeito Romero Rodrigues admitiu a possibilidade de adiamento da entrega das 4.100 casas e apartamentos do…