Por Wellington Farias
 
 

Zumbí dos Palmares talvez nunca tenha existido nem foi um abolicionista. A documentação histórica a seu respeito praticamente é nenhuma. Ele está mais dentro da cabeça das pessoas do que na documentação histórica, porque há pouquíssima informação a respeito dele. Aliás, nem se sabe, exatamente, se houve um personagem com este nome.

É o que revela Laurentino Gomes, jornalista, escritor, historiador e fenômeno de vendas com as suas publicações 1808, 1822, e 1889, em entrevista concedida a este colunista, acerca do seu mais recente livro A Escravidão Vol I, obra que trata do histórico tema a partir de um leilão de cativos, em Portugal.

Laurentino Gomes está na Paraíba participando de vários eventos. A partir desta sexta-feira ele participa de feiras literárias nas cidades de Bananeiras e Areia, e também vai a Quilombo Caiana, em Alagoa Grande. Instantes antes de receber o titulo de Sócio Honorário do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, na quinta-feira (24), em João Pessoa, Laurentino Gomes concedeu entrevista ao PBAgora.

Assista:

Wellington Farias

PB Agora

 
 

Por Wellington Farias

Notícias relacionadas

Covid-19: Atacadão é interditado por descumprir horário de fechamento

Uma fiscalização realizada na noite deste sábado (6) resultou no fechamento do supermercado Atacadão, em João Pessoa. O estabelecimento foi interditado porque descumpriu pela segunda vez o horário limite para…

Mega Sena: ninguém acerta e prêmio vai a R$ 27 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.350 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (6) em São Paulo. O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 25 – 28 – 29 –…