Uma decisão do desembargador José Aurélio da Cruz frustrou as expectativas do presidente afastado da Câmara Municipal de Santa Rita, Saulo Gustavo, para retornar ao cargo.

A negativa aconteceu nessa quinta-feira (18), quanto o magistrado negou o pedido de liminar feito pela defesa do parlamentar, que solicitava a reintegração do presidente ao cargo através de um mandado de segurança contra a decisão do magistrado Miguel de Britto Lyra, que substituiu o desembargador João Alves da Silva e negou o pedido de efeito suspensivo feito pela defesa anteriormente.

Esta já é a sétima derrota de Saulo na justiça para tentar reaver o cargo.  O vereador tentou, sem sucesso, voltar ao cargo três vezes com ações na primeira instância da justiça e em outras quatro oportunidades com recursos interpostos no Tribunal de Justiça da Paraíba.

VEJA A DECISÃO

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem é morto a tiros quando saía de bar, em Santa Rita

O distrito de Bebelândia, na cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, voltou a ser palco de mais um assassinato. Dessa vez o crime aconteceu na madrugada deste…

Homem é morto a tiros dentro do carro no bairro do Geisel em JP

Na noite desta sexta-feira (16, um homem foi assassinado a tiros dentro de um carro em João Pessoa. Testemunhas afirmam que os tiros foram disparados por uma dupla em uma…