Uma decisão do desembargador José Aurélio da Cruz frustrou as expectativas do presidente afastado da Câmara Municipal de Santa Rita, Saulo Gustavo, para retornar ao cargo.

A negativa aconteceu nessa quinta-feira (18), quanto o magistrado negou o pedido de liminar feito pela defesa do parlamentar, que solicitava a reintegração do presidente ao cargo através de um mandado de segurança contra a decisão do magistrado Miguel de Britto Lyra, que substituiu o desembargador João Alves da Silva e negou o pedido de efeito suspensivo feito pela defesa anteriormente.

Esta já é a sétima derrota de Saulo na justiça para tentar reaver o cargo.  O vereador tentou, sem sucesso, voltar ao cargo três vezes com ações na primeira instância da justiça e em outras quatro oportunidades com recursos interpostos no Tribunal de Justiça da Paraíba.

VEJA A DECISÃO

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputados do Avante parabenizam Galdino pelo seu aniversário e título de cidadão pessoense

Os deputados estaduais Tião Gomes, Genival Matias, Júnior Araújo e Taciano Diniz, ambos do Avante, divulgaram uma nota conjunta parabenizando o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino,…

São Paulo conquista vitória suada sobre o Avaí e desbanca Timão do G4

O São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time comandado por Fernando Diniz recebeu o Avaí, vice-lanterna da competição, no estádio do Morumbi, e acabou fazendo…