A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) aderiu, pelo oitavo ano consecutivo, ao movimento mundial contra o câncer de mama “Outubro Rosa”. Durante todo este mês, a fachada da sede da Seção Judiciária paraibana, em João Pessoa, e da Subseção Judiciária de Campina Grande ficarão iluminadas com a cor da campanha. Além disso, algumas ações educativas serão realizadas pelo órgão para ressaltar a importância do diagnóstico precoce no combate à doença em mulheres e homens.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), estima-se, para o Brasil, no biênio 2018-2019, a ocorrência de 600 mil casos novos da doença, em cada ano. Os cânceres de próstata (68 mil) e mama (60 mil) serão os mais frequentes. A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença (cerca de quatro em cada cinco registros ocorrem após os 50 anos), assim como outros pontos que aumentam as chances do seu desenvolvimento, a exemplo dos fatores ambientais, comportamentais, da história reprodutiva e hormonal, genéticos e hereditários. 

Outubro Rosa

O movimento foi criado nos Estados Unidos, em 1997, como forma de incentivar o autoexame e o diagnóstico precoce da doença. O nome da campanha remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama.

Foto: Ascom

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governo envia à ALPB reforma da Previdência para servidores

Chegou à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nesta semana o Projeto de Lei Complementar (PLC) e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), ambas as matérias foram enviadas pelo Poder…

Petista elogia pré-candidatura de Gervásio Maia à prefeitura de João Pessoa , mas avisa que PT já tem opção para 2020

O lançamento da pré-candidatura do deputado federal Gervásio Maia (PSB) para disputar a prefeitura de João Pessoa em 2020 não animou a ala petista, que continua firme com o propósito…