Foto: Reprodução/TV Correio/Arquivo pessoal

Um jovem vigilante foi morto por um disparo de arma de fogo durante uma abordagem policial no bairro da Palmeira, na Zona Norte de Campina Grande. De acordo com familiares da vítima, um policial teria efetuado o disparo por achar que o vigilantes estivesse armado.

Tácio Lima, de 27 anos,estava em uma motocicleta com seu tio, Edson da Silva, em direção a casa de sua mãe quando houve a abordagem policial. De acordo com relatos feitos pelo tio de Tácio, os dois desceram da moto e um dos policiais pediu os documentos de ambos. No entanto, quando Tácio colocou sua mão no bolso para retirar o medicamento um policial disparou um tiro que atingiu o abdome do vigilante.

Ao ver o sobrinho ferido, Edson questionou o policial o motivo do disparo e, segundo ele, o militar teria respondido que achava que o jovem iria tirar uma arma do bolso. Edson relatou ainda aos policiais que Tácio era trabalhador e nunca teve passagem pela polícia.

O vigilante foi socorrido pelos próprios policiais que realizaram a abordagem, mas  já chegou sem vida ao Hospital de Trauma de Campina Grande. Tácio era casado e tinha uma filha menor.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Campina Grande. De acordo com a Polícia Militar, o autor do disparou será afastado para ter acompanhamento psicológico.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Companhias suspendem temporariamente vôos para CG, por Covid-19

Por conta da pandemia do novo coronavírus e das medidas de prevenção para conter o avanço do Covid 19, o aeroporto Presidente João Pessoa em Campina Grande, está temporariamente sem…

COVID-19: inscrições para processo seletivo terminam nesta terça-feira

A Secretaria de Saúde de Campina Grande encerra nesta terça-feira, 31, as inscrições do processo seletivo para contratação de profissionais que irão atuar nos hospitais durante o período de enfrentamento…