Após sair em defesa do secretário Edvaldo Rosas (PSB), o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) decidiu agora também sair em defesa do secretário de Comunicação, Nonato Bandeira (PPS), que foi alvo de críticas recentes do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

João lembrou que se hoje Nonato faz parte do quadro de auxiliares do Estado é porque foi o próprio ex-governador que fez o pedido para que ele fosse nomeado e incorporado à nova administração.

“É uma inversão talvez, porque se hoje o secretário Nonato Bandeira é secretário de Estado, foi um pedido pessoal do governador Ricardo Coutinho para que nomeasse ele”, asseverou.

Em entrevista exibida pela TV Tambaú, domingo, Coutinho acusou Nonato Bandeira de tentar destruir o propagado “projeto” do PSB.

As declarações do chefe do executivo foram dadas à imprensa, nesse final de semana, durante a abertura da 52ª edição da Expofeira Paraíba de Agronegócios, que aconteceu no Parque de Exposições, em João Pessoa.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vice-presidente Mourão desembarca na Paraíba em novembro

Evento acontece entre os dias 04 e 08 de novembro na UNINASSAU No período de 04 a 08 de novembro, a Faculdade UNINASSAU João Pessoa promove, em parceria com a…

Anísio Maia nega indicação de nome para a disputa pela PMJP, em 2020

Em nota encaminhada à imprensa, nesta terça-feira (22), o ex-deputado estadual Anísio Maia (PT) reagiu às declarações do presidente estadual da sigla, Jackson Macêdo (PT), que apontou o nome do…