O governador João Azevêdo visita, nesta sexta-feira (22), a sede da Cagepa em Campina Grande. Na ocasião, o chefe do Executivo estadual conversará com a imprensa sobre as medidas adotadas para normalização do abastecimento d’água.

Essa semana, a Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa) garantiu que os custos de operação e conserto do problema elétrico na estação de tratamento e bombeamento de gravatá não serão repassados para a população de Campina Grande.

A informação foi dada pelo presidente da companhia, Marcos Vinícius, durante entrevista coletiva, que estimou um gasto de aproximadamente R$ 4 milhões.

 – A companhia vai arcar com esses recursos de 4 milhões, que é uma estimativa preliminar – disse.

Segundo ele, a população só seria prejudicada se o serviço fosse municipalizado e privatizado pela prefeitura.

 – Se fosse municipal, a população arcaria com esse prejuízo todo, porque no privado não tem almoço de graça para ninguém – falou.

Desde a última sexta-feira que os campinenses sofrem com a falta de água nas torneiras devido a um acidente nos equipamentos da adutura de Gravatá que ´puxa água do açude Epitácio Pessoa em Boqueirão.

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mamaço discute empoderamento feminino e a importância da amamentação

Empoderamento da mulher que amamenta foi o tema principal do Mamaço, evento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Banco de Leite Anita Cabral, que teve…

Divulgado resultado final do Gira Mundo Professor para Finlândia e Espanha

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT), em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), divulgou nesta sexta-feira (16)…