Por pbagora.com.br

Após tomar conhecimento de que o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou, nesta terça-feira (09), que o governo vai prorrogar, por dois meses, o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600,00 para os trabalhadores informais em função da pandemia, o deputado estadual Jeová Campos, que foi quem primeiro levantou essa questão em nível nacional, lembrou do protagonismo da ALPB neste pleito. “Fomos nós, de forma pioneira, que levantamos essa questão da necessidade de ampliação do prazo do pagamento deste benefício, em nível nacional, mas, nossa sugestão é de que essa ampliação seja até o dia 31 de dezembro e não apenas por mais dois meses”, destacou o parlamentar.

Ainda segundo Jeová, além do prazo maior, é necessário que o benefício seja mantido nos mesmo valores. “Precisamos garantir que essa ampliação seja até o final do ano e também nos mesmos valores”, reiterou Jeová, lembrando que ao anunciar a ampliação do benefício para mais dois meses, o ministro não disse se o Governo Federal vai manter os valores ou vai reduzir para R$ 200,00, como ele havia sugerido anteriormente.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prorrogadas, inscrições de concurso da saúde da PMJP terminam hoje

As inscrições para o concurso da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), da área saúde, que se encerravam nesta segunda-feira (18) foram prorrogadas. De acordo com o edital de prorrogação…

Taxa de ocupação de leitos covid no Sertão salta de 40% para 74% em cinco dias

A taxa de ocupação de leitos covid voltou a subir no Sertão da Paraíba. De acordo com o último boletim epidemiológico emitido nesta terça-feira (19) pela Secretaria de Estado da…