Por pbagora.com.br

Quitar os débitos e deixar o nome limpo no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) tem se tornado algo raro entre os consumidores de João Pessoa e, consequentemente, caem as vendas a prazo no comércio, já que com o nome sujo ninguém pode parcelar suas compras. O número de pessoas que conseguiram retirar seu nome do órgão de janeiro até o último mês de maio em João Pessoa teve uma queda de 23.94% comparados ao mesmo período do ano passado, ou seja, em 2017, 25.113 pessoas tiveram exclusão do nome, enquanto que neste ano apenas 23.152 pessoas conseguiram quitar seus débitos.

 

Durante o mesmo período deste ano, 35.487 pessoas tiveram seu nome incluso no SPC e no mesmo período do ano interior, 39.469 foram incluídos no sistema. Já o número de inclusão no sistema no último mês de maio teve uma redução de 4.83% com relação ao mesmo período do ano passado, sendo registrados 9.118 neste ano para 9.559 nomes inclusos no sistema no ano anterior.

 

Na opinião do diretor do SPC, Lindembergh Vieira, a queda nas reabilitações está atrelada às altas taxas de juros cobradas pelos cartões de crédito e do cheque especial. As consequências de ter o seu nome incluso no SPC e as dicas de como retirar o seu nome do sistema são destacadas por Lindemberg. “Ter o nome inserido no SPC não é uma coisa boa porque isto significa muita dor de cabeça porque você fica com a fama de mal pagador na praça. Com o nome sujo a pessoa é impedida de fazer compras a prazo, financiamentos de automóveis, abrir conta em banco, ter talão de cheque e cartão de crédito, alugar uma casa ou apartamento através de imobiliária, entre outros. Então, a pessoa fica sem credito no comércio porque para efetivar qualquer venda a prazo o comerciante tem que fazer consulta no SPC”.

 

Conforme ele explica, antes da inclusão do registro de débito no banco de dados do SPC Brasil, o consumidor que contraiu a dívida é notificado previamente, através de um comunicado que é remetido avisando que a informação da dívida será incluída no banco de dados do SPC. Na notificação também é informado o nome do estabelecimento comercial que comandou a inclusão do registro, a fim de que o consumidor recorra a essa empresa para quitar sua dívida e regularizar o seu crédito.

 

 

Redação

Notícias relacionadas

João Pessoa vacina pessoas em situação de rua contra a covid-19 nesta sexta-feira

Em nota divulgada nesta quinta-feira (13), a Prefeitura de João Pessoa comunicou que adiou a vacinação contra a covid-19 para as pessoas em situação de rua, que aconteceria no dia…

Chuvas em JP nas últimas 24h ultrapassam a média esperada para maio

João Pessoa debaixo d ‘água. Em 24h choveu na capital paraibana mais do que o esperado para todo o mês de maio, segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas…