A família do turista francês que foi encontrado morto na manhã desse domingo (09) em um iate ancorado na praia do Jacaré, em Cabedelo, ainda não procurou o Instituto de Medicina Legal (IML), em João Pessoa.

O homem foi identificado como sendo François Guillon e sua morte já foi comunicada ao Consulado. 

De acordo com a chefe do Núcleo de Medicina Legal (Numol), Cristiane Freire, a perícia criminal confirmou que teria sido suicídio e que o caso está com o delegado responsável Ademir Fernandes, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mulher de 40 anos é morta a tiros em João Pessoa e polícia procura suspeito

Mais um crime contra a mulher foi praticado na Paraíba. A vítima foi morta a tiros na madrugada deste sábado (24), em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar,…

Curso Formação de Formadores, na capital, terá a participação de 4 ministros do STJ

Quatro ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmaram presença no Curso Formação de Formadores – Nordeste 1, Nível 1, Módulo I, que será realizado em João Pessoa nos dias…