A família do turista francês que foi encontrado morto na manhã desse domingo (09) em um iate ancorado na praia do Jacaré, em Cabedelo, ainda não procurou o Instituto de Medicina Legal (IML), em João Pessoa.

O homem foi identificado como sendo François Guillon e sua morte já foi comunicada ao Consulado. 

De acordo com a chefe do Núcleo de Medicina Legal (Numol), Cristiane Freire, a perícia criminal confirmou que teria sido suicídio e que o caso está com o delegado responsável Ademir Fernandes, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Litoral da PB tem três praias impróprias para banho; maré chega a 0,4 m

O litoral paraibano tem três impróprias para banho neste final de semana. De acordo com o relatório divulgado pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), os banhistas devem evitar…

Câmara Municipal de Bayeux vota contra cassação do prefeito Berg Lima, na PB

Em uma sessão que durou mais de treze horas e só terminou na madrugada, a Câmara Municipal de Bayeux, na Grande João Pessoa, decidiu pelo não cassação do prefeito Berg…