Por meio do Boletim Extraordinário nº 100, o Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e vinculado à Rede Ebserh, publicou o Plano de Contingência para Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (Covid-19). O documento tem como objetivo auxiliar o hospital na resposta ao enfrentamento da doença, apontando as responsabilidades do HUAC junto a Secretaria de Saúde de Campina Grande.

O Plano também conta com as ações a serem implementadas para promover a assistência adequada ao paciente, vigilância epidemiológica sensível e oportuna, como também ações de comunicação; além de ativar o Comitê Gestor Interno de Enfrentamento e Combate à Covid-19 (CGIECC).

Também são elencadas no documento as informações quanto às medidas de prevenção e controle voltadas aos profissionais de saúde, como: critérios de definições operacionais de casos; medidas para prevenir ou limitar transmissão; fluxo de atendimento; manejo clínico; notificação, procedimentos para diagnóstico laboratorial; prognóstico de alterações físico-estruturais de áreas críticas destinadas ao controle da Covid-19.

Desde o início da pandemia, o HUAC vem adotando medidas, tanto de âmbito interno quanto externo, com o intuito de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, considerando a Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional pela Organização Mundial de Saúde, em decorrência da infecção humana pelo novo coronavírus (Covid-19).

O Plano de Contingência do HUAC foi elaborada em conjunto pela Gerente de Ensino e Pesquisa, Alana Abrantes; pela Chefe do Setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente, Andreia Barros; pela Chefe da Divisão de Gestão do Cuidado, Cândida Diniz; pela Gerente de Atenção à Saúde, Consuelo Padilha; pela Gerente Administrativa, Daisy Ribeiro e pela Chefe da Divisão de Enfermagem, Neuma Sobreira.

Confira aqui (https://bit.ly/planohuac) o Plano de Contingência do HUAC na íntegra.

Sobre a Ebserh

Desde dezembro de 2015, o HUAC-UFCG é filiado à Rede Hospitalar Ebserh. A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação (MEC), foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, contribuem para a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

 

Redação com Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Abertura de bancos em CG durante ‘feriadão’ segue indefinida

O Sindicato dos Bancários de Campina Grande tem cobrado da Prefeitura Municipal respostas sobre o funcionamento das agências bancárias durante o feriadão estabelecido pela gestão municipal. Campina Grande antecipou os…

CG: Catedral intensifica ação de solidariedade durante pandemia

Em tempos de pandemia, a Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição, em Campina Grande, intensificou a campanha de solidariedade para as pessoas afetadas pelo vírus. Por iniciativa da Pastoral…