Além das salas de aulas, professores e alunos da Rede Estadual de Ensino adotaram as hortas como espaço adicional para o ensino das disciplinas como Ciências, Geografia, Biologia e Matemática. Cebolinha, tomates, couve, alface, coentro, acerola, mamão, macaxeira, batata doce, beterraba, cereja, plantas medicinais: hortelã, cidreira e capim santo são cultivados nas escolas, incluindo a criação de peixes.

São exemplos dessas práticas de cultivos a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Campo Sementes e Mudas, em Cruz do Espírito Santo; Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Felipe Tiago Gomes, em Picuí; Escola Cidadã Integral Técnica Jornalista José Itamar da Rocha Cândido, em Cuité; Escola Estadual de Ensino Fundamental Calula Leite, em Conceição.

Valorizando o lugar: Educação do Campo é inserida na escola de zona rural

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Campo Sementes e Mudas, localizada na zona rural de Cruz do Espírito Santo, passou por um processo de superação. Encontrou no projeto da horta o suporte para inovar as práticas pedagógicas, oferecendo aos alunos um ensino de qualidade e mostrando a importância dos hábitos e costumes do campo por meio da implantação.

Para realizar as atividades na horta, a escola teve o apoio da Secretaria de Estado da Educação (SEE), que fez parceria com a professora Socorro Xavier Batista do Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) para a formação dos professores em Educação do Campo e o Instituto Federal, Ciência e Tecnologia (IFPB) Campus João Pessoa. Uma parceria da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq) com a SEE, que distribuiu 120 laboratórios de ciências aplicadas em escolas da Rede Estadual, apoiou o projeto disponibilizando kit solar para a economia de energia.

Os alunos da escola são filhos de agricultores e canavieiros. O intuito dessa parceria foi adaptar à realidade local, valorizando aquilo que faz parte da vida dos alunos e de suas famílias.

Nos 11 canteiros são cultivados pelos alunos: cebolinha, tomate, couve, alface, coentro, acerola, hortelã e mamão. Após a colheita, os alimentos são utilizados nas refeições da escola e distribuídos para alunos e professores, incentivando a alimentação saudável livres de agrotóxicos. Além da horta, um espaço foi separado para a piscicultura, que conta com a criação de 10 peixes. A água do aquário também é utilizada para a irrigação das plantas.

A horta se tornou um espaço de aprendizagem, onde todos os professores ministram aulas incorporando o projeto nas práticas cotidianas da escola.  O trabalho na horta envolve os 254 alunos da escola, mas são os alunos do Ensino Médio que preservam a horta irrigando e trazendo adubos. Para isso foi elaborado um cronograma para plantação, colheita e manutenção.

Aplicar a horta como sala de aula motivou os discentes trazendo a compreensão dos conteúdos das disciplinas, e os fez valorizar mais a escola por verem a dedicação dos professores e gestão no aprendizado de cada um deles.

A aluna do 1º ano do Ensino Médio Letícia de Fátima aprecia a escola pelas aulas práticas. “Aqui é uma sala de aula integrada, o que é discutido em sala realizamos na horta. Com ajuda dos professores, aprendemos todas as matérias”, disse.

Iranildo de Castro é aluno do 8º ano. Morava numa comunidade distante da escola, mesmo assim ele não desistiu de estudar. “Onde eu morava tinha a dificuldade de transporte, surgiu a oportunidade de estudar no Campo Sementes e Mudas, por isso mudei para a casa da minha irmã. Gosto de plantar, colher e irrigar as plantas. A horta ajuda no aprendizado de todas as disciplinas, quando terminar a escola pretendo fazer uma faculdade de agronomia”, falou.

 

Secom

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nordeste registra chuvas isoladas nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (06), a região Nordeste tem tempo nublado a parcialmente nublado com chuva isolada no Piauí e no oeste da Bahia. Nublado com chuva no Maranhão. Demais áreas da…

Petista elogia pré-candidatura de Gervásio Maia à prefeitura de João Pessoa , mas avisa que PT já tem opção para 2020

O lançamento da pré-candidatura do deputado federal Gervásio Maia (PSB) para disputar a prefeitura de João Pessoa em 2020 não animou a ala petista, que continua firme com o propósito…