Por pbagora.com.br

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) prendeu em flagrante um homem de 36 anos que estava desmatando a vegetação de uma Área de Preservação Permanente (APP), nessa quarta-feira (22), em Santa Rita. Com ele, foram apreendidas 7 mil varas extraídas de plantas nativas de várias espécies.

A PM chegou até o local através de denúncia. A madeira tinha acabado de ser cortada, sendo o suspeito flagrado praticando crime de “danificar floresta considerada de preservação permanente”, prevista no artigo 38 da lei 9.605/1998, cuja pena é de detenção de um a três anos. Ele foi multado também no valor de 5 mil reais.

O caso foi levado para a Central de Flagrantes, em João Pessoa.

Proteção da flora paraibana – O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) tem intensificado as ações para coibir os desmatamentos, na Paraíba, que é um dos estados que ainda tem cobertura original do bioma Mata Atlântica. O objetivo é diminuir cada vez mais o desflorestamento e orientar a população sobre os riscos dessa prática de desmatamento, que além de ser crime, coloca em risco várias espécies vegetais e também animais que este bioma abriga.

Denúncias – Quem presenciar alguma prática de desmatamento ou extração irregular, deve ligar para o número 190 para que a equipe do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) vá até o local.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraíba se mantém na categoria ‘rating B’ do Tesouro Nacional

A Paraíba permanece entre os estados brasileiros que são Rating B dentro do ranking do Tesouro Nacional que analisa o equilíbrio financeiro e a capacidade de pagamento dos estados. O…

Detran-PB disponibiliza mais duas opções de agendamento para exames médicos

Os usuários do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) passam a contar com mais duas opções de agendamento para os exames médicos exigidos para obtenção ou renovação da Carteira Nacional de…