Por pbagora.com.br

A direção do Hospital Regional Janduhy Carneiro, em Patos, divulgou um comunicado à imprensa, nesta quinta-feira, desmentindo denúncia publicada na
imprensa de que uma paciente com suspeita de gripe A (H1N1) teria sido internada em condições degradantes naquela unidade.

A diretora do hospital, Paula Gouveia, explicou que todos os leitos estavam ocupados quando a paciente deu entrada na unidade e que o único local
disponível era a sala usada para atender pacientes sob custódia da Justiça.

“A única diferença desta sala para as demais é que a mesma possui uma porta em grade de ferro”, disse. Ainda segundo a diretora da unidade, em nenhum
momento a paciente foi trancada e o local devidamente higienizado para receber a paciente, tendo sido inspecionado antes pela Vigilância Sanitária
do Município, que autorizou a internação. Ela ainda esclareceu que as fotos usadas para fazer a denúncia são de outro paciente sob custódia e, por isso,
a sala aparece trancada.

Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sobrinha de Cícero Lucena morre após luta intensa contra o câncer e candidato cancela agenda deste domingo (25)

Candidato à prefeitura de João Pessoa, o ex-senador Cícero Lucena (PP), cancelou agenda de campanha neste domingo (25), por conta do falecimento da sobrinha Vanessa Lucena, filha de Paulo Lucena,…

TRE-PB acompanha investigação sobre apreensão de R$ 128 mil dentro de veículo

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE), desembargador José Ricardo Porto afirmou, em entrevista nesta sexta-feira (23) que a corte estará atenta aos crimes cometidos durante a campanha.…